Veja como incorporar a pesquisa de satisfação na cultura da empresa

Tempo de leitura: 6 minutos

A pesquisa de satisfação é uma excelente ferramenta para as empresas aprimorarem os seus produtos e serviços. Ela pode ser aplicada com todos os stakeholders da organização e ter diversos objetivos. Na área de Recursos Humanos, normalmente, ela é feita com o público interno para avaliar o clima organizacional.

Ao descobrir o que os funcionários pensam fica muito mais fácil criar ações de endomarketing de engajamento, satisfação, motivação e propor melhorias constantes. Por isso, a pesquisa de satisfação precisa fazer parte de qualquer cultura empresarial.

Quer saber como incorporar essa ideia na cultura da sua empresa? Então venha com a gente!

Entenda a cultura da empresa

O primeiro passo para que qualquer pesquisa interna seja eficaz é compreender a cultura da sua empresa. Existem organizações que não dão abertura para os funcionários se expressarem, chegando até mesmo a prejudicá-los quando eles divulgam seus pensamentos — algo que acontece diariamente, por mais absurdo que pareça.

Nesse cenário, o funcionário não se sente bem em expor a sua opinião verdadeira (mesmo que as pesquisas sejam feitas de maneira anônima), porque pode sentir que será afetado negativamente de alguma forma.

Por isso, é fundamental criar uma cultura de feedback constante, induzir os funcionários a expressarem o que eles pensam e sempre motivar a troca de ideias. Fazer isso não é uma tarefa complicada: é possível começar nas reuniões semanais ou nos momentos de confraternização da equipe.

Conheça os benefícios da pesquisa de satisfação com o público interno

A pesquisa de satisfação traz inúmeros benefícios para qualquer negócio. Veja alguns deles:

  • avaliar como está o clima organizacional;
  • conferir se a equipe está motivada;
  • evitar erros nos processos;
  • conhecer o pensamento dos funcionários;
  • conferir se o salário está de acordo com o que eles pensam;
  • identificar estratégias para melhorar a produção;
  • reduzir o absenteísmo;
  • diminuir o turnover;
  • criar um ambiente mais harmonioso;
  • aumentar a produtividade;
  • descobrir problemas;
  • avaliar o comportamento dos gestores e líderes;
  • otimizar o trabalho de todos os setores.

Saiba elaborar as perguntas ideais

É fundamental que você crie um planejamento para aplicar a pesquisa de satisfação anualmente. Em casos de acontecerem crises internas ou uma queda muito grande na produtividade, é aconselhado aplicar com um intervalo menor. Contudo, saiba que, se bem administrado e com muita estratégia e objetividade, você pode aplicá-la até mesmo de maneira mensal.

Sendo assim, rabisque quais são os seus objetivos com essa pesquisa. Depois, é só formatar as perguntas para que os funcionários respondam exatamente o que você precisa ouvir.

O segredo é elaborar as perguntas ideais. Veja bem: de nada vai adiantar você ter como objetivo descobrir o que os funcionários pensam sobre um novo sistema que foi implementado, se não souber fizer perguntas objetivas e específicas sobre essa finalidade. Nesse caso, você poderia utilizar os seguintes questionamentos:

  • qual é o seu nível de satisfação com o software atual?
  • você considera que as suas atividades diárias melhoraram depois da implementação do novo sistema?
  • o que você pensa que poderia ser melhorado no novo sistema?
  • você sente falta do sistema antigo? Por quê?
  • com a implementação do novo software, você consegue otimizar melhor o seu tempo?
  • você aprendeu sobre todas as funcionalidades do sistema?
  • quais são as suas principais dificuldades?

Aprenda como aplicar uma pesquisa

Não existem mistérios para aplicar uma boa pesquisa. Contudo, é preciso ter muito planejamento estratégico (assim, os retornos são mais garantidos). Veja um passo a passo para aplicar uma pesquisa.

Avalie a cultura organizacional

Conforme citamos no início do texto, é preciso que os funcionários tenham liberdade para expressar seus pensamentos. Por isso, promova uma cultura de feedback constante.

Elabore os objetivos da pesquisa

Tenha objetivos claros, precisos e saiba trabalhar com essas questões. Determine quais são as prioridades para não deixar o questionário muito longo.

Rabisque as perguntas ideais

Elabore as perguntas para o seu questionário. Para facilitar a tabulação, faça primeiramente as perguntas objetivas, com respostas de:

  • sim, não, talvez;
  • ruim, regular, bom, ótimo;
  • notas de 1 a 5 ou 1 a 10.

Depois, insira algumas questões abertas para avaliar a argumentação e sugestões do funcionário.

Escolha um software para aplicar a pesquisa

Pesquise por uma plataforma que ajude a personalizar a pesquisa para a realidade da sua organização. Existem empresas especializadas que podem ajudar tanto na elaboração do questionário, quanto a criar um planejamento mais aprofundado de melhoria constante.

Uma excelente ideia é terceirizar alguns serviços de RH com uma empresa especializada na gestão de pessoas.

Faça uma reunião com os funcionários

Promova uma reunião mais descontraída para explicar os objetivos da pesquisa, ressaltando a sua importância e tirando todas as dúvidas da equipe.

Aplique a pesquisa

Aplique a pesquisa utilizando o software escolhido. Outro fator que influencia diretamente nas respostas é a questão da falta de confidencialidade: eles precisam ter a certeza de que nenhuma resposta será prejudicial Sendo assim, o ideal é que as pesquisas sejam anônimas.

Mensure os resultados

Tabule os resultados com a ajuda do software escolhido. Elabore gráficos, troque ideias com os gestores e tenha conclusões ricas que ajudem na elaboração do plano de ação.

Crie um plano de ação

As pesquisas de satisfação não podem ser aplicadas e não serem levadas à diante. Isso significa que é preciso elaborar um plano de ação, principalmente para reverter os quadros negativos. Avalie todos os dados e proponha atividades inovadoras e eficientes.

Apresente o plano de ação

Faça uma reunião para apresentar os resultados para a equipe e para explicar o plano de ação. Afinal, eles precisam ter a certeza de que a sua opinião foi ouvida e será revertida em alguma atitude.

Faça um relatório completo

Registre todo o processo em um relatório completo. Assim, fica mais fácil para você acompanhar os resultados das próximas pesquisas e ter um comparativo.

A pesquisa de satisfação é uma poderosa ferramenta do setor de recursos humanos. Com ela, é possível criar um planejamento estratégico que faça a empresa crescer e se destacar. Sendo assim, saber como incorporá-la junto à cultura organizacional é fundamental para conquistar resultados positivos.

O que você achou do nosso post? Gostou das ideias? Então, aproveite para assinar a nossa newsletter!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *