Conheça 8 incríveis ações de endomarketing para sua empresa

Tempo de leitura: 12 minutos

Ações de endomarketing, também chamadas de práticas marketing interno, são estratégias voltadas ao público interno, que têm como principal objetivo promover um clima organizacional saudável e produtivo para os funcionários. Dessa maneira, podemos afirmar que elas são extremamente importantes dentro da empresa.

Um dos motivos dessa importância é que os próprios colaboradores, quando se sentem satisfeitos e reconhecidos, têm um grande poder de influenciar pessoas de fora, sobre as vantagens e maravilhas que a empresa proporciona. Isso faz com que os outros tenham uma impressão positiva do negócio, aumentando as chances de vendas e contratação de serviços.

Também é válido dizer que empregados felizes, além de permanecerem mais tempo na empresa, conseguem um desempenho mais alto, o que melhora os resultados organizacionais.

Ou seja, investir no setor de endomarketing traz diversas vantagens, como: promover a motivação dos funcionários, reduzir o turnover, adquirir e reter os talentos, ter um ambiente produtivo, auxiliar na tomar decisões com mais autonomia, promover o engajamento, diminuir os conflitos e favorecer um ambiente mais disposto para trabalhar.

Que tal conferir algumas ideias para inspirar a suas estratégias? Conheça 9 ações incríveis de endomarketing!

1. Faça pesquisa de satisfação

Uma das principais (e mais importantes) ações de endomarketing é a pesquisa de satisfação. Por meio dela, é possível identificar o que os funcionários pensam da organização e sobre quais são as suas ideias para ajudar nos processos produtivos.

Somente quando você sabe a opinião do colaborador, consegue investir em um planejamento de comunicação interna mais propício, baseado na análise dos resultados da pesquisa.

Uma ideia para realizar isso de forma eficiente é enviar, por e-mail, questionários individuais, para que cada um responda e expresse seu ponto de vista sobre o clima organizacional e os aspectos de cada ação implementada lá dentro.

Uma métrica bem conhecida chama-se NPS (Net Promoter Score). Consiste em pedir para que a pessoa avalie, em uma escala de 0 a 10, o quanto recomendaria a empresa a um amigo. Adaptando ao contexto do funcionário, o questionamento poderia se dar em torno do quanto ele aconselharia um amigo a trabalhar lá.

A partir das respostas, é possível dividir as pessoas em 3 grupos:

  • 0 a 6: detratores. São os insatisfeitos e com tendência a falar mal;
  • 7 e 8: neutros. Estão satisfeitos com algumas coisas, mas não encantados o suficiente;
  • 9 e 10: promotores. São os propensos a fazer propaganda gratuita da empresa.

A partir das respostas e do percentual em cada grupo, será possível pensar em ações de melhoria, principalmente com o foco de transformar os detratores em promotores.

2. Invista em happy hours

Todas as empresas precisam de um momento de descontração e integração da equipe. Essa ação é importante para aliviar a rotina pesada e proporcionar um ambiente agradável, fazendo com que todos possam conversar e se conhecer melhor.

Ao contrário do que muitos pensam, esse momento não atrapalha o fluxo de trabalho, muito pelo contrário: funciona como um combustível para que eles possam desenvolver melhor as suas atividades rotineiras. Para isso, invista em drinks divertidos, música boa, brincadeiras e comidas gostosas.

Além disso, Fleury afirma que happy hours e confraternizações podem ser considerados um rito de integração da cultura organizacional, que é importante para que os membros se sintam pertencentes aos grupos e criem relações saudáveis, colaborando positivamente também para o clima organizacional. Dessa forma, além de ajudar aquele que acabou de entrar a se sentir acolhido, reforça o contato social entre os mais antigos.

A consequência é tornar a cultura corporativa mais forte, ao fazer com que seus valores sejam perpetuados com mais frequência.

3. Tenha uma boa política de benefícios

Não é nenhuma novidade que todos os funcionários adoram um aumento nos ganhos ou um bom programa de vantagem, você concorda? Por isso, invista em uma política de benefícios que seja importante para ele, tais como:

  • plano de saúde;
  • vale-mercado;
  • bolsas de estudo;
  • sorteio de viagens;
  • ingressos para atividades culturais;
  • inscrições em academias;
  • folgas.

Quando bem implementados, os benefícios são capazes de aumentar a motivação dos trabalhadores e fazer com que se sintam mais valorizados pelo trabalho que fazem. É uma forma de visar o equilíbrio organizacional, no qual empresa e colaboradores sentem reciprocidade naquilo que cada um doa. Enquanto estes se sentem reconhecidos pelo tempo e esforço que despendem, aqueles mostram-se gratos pelo que recebem.

No entanto, é importante saber o que agradará os colaboradores. Não adianta oferecer um auxílio-creche, com desconto na mensalidade, por exemplo, se quase não existem funcionários com filhos. Assim, fazer um levantamento das carências e dos fatores motivacionais de cada funcionário deixará essa implementação mais direcionada.

Mas atenção! Antes de divulgar um novo plano de benefícios, verifique com a contabilidade e confira se eles não proporcionarão algum problema jurídico — veja as leis trabalhistas e aja dentro das normas regentes.

4. Invista em cursos e treinamentos

Se a sua empresa investir em treinamentos e cursos, o seu funcionário trará novas ideias para a organização, acompanhará a concorrência e ainda ficará por dentro das principais tendências no setor. Por isso, os cursos e treinamentos são uma das essenciais ações de endomarketing.

Além disso, o funcionário sente que está crescendo profissionalmente, analisando a sua empresa como uma boa oportunidade para investir os seus conhecimentos. Afinal, se a organização investe no seu trabalho é porque acredita no potencial do seu colaborador.

Podemos dizer, ainda, que agir assim é uma forma de incentivo e reconhecimento, sendo outro aspecto importante para a satisfação do funcionário, o equilíbrio organizacional e o desempenho corporativo.

Mas oferecer oportunidade de desenvolvimento profissional não significa que a empresa tenha que pagar um curso completo de pós-graduação para todo o time. Assim, se a preocupação for o aspecto financeiro, algumas ideias são:

  • promover bate-papo com personalidades importantes sobre o assunto;
  • trazer um autor de um livro relevante da profissão para uma palestra;
  • trazer um professor da área para dar um treinamento na empresa;
  • oferecer descontos e fazer convênios com instituições de ensino;
  • fazer uma parceria com instituições que tenham cursos on-line;
  • promover um webinar com um expert do assunto de interesse da equipe.

5. Faça uma festa de aniversário mensal

Essa dica pode até parecer clichê, porque aparenta ser um conceito básico da comunicação interna. Porém, ela é essencial para mostrar que a empresa valoriza as comemorações e as simples celebrações da vida.

Promova uma festa mensal (ou, quem sabe, trimestral) que contemple todos os funcionários, com torta, salgadinhos, refrigerante e balões. Cantar parabéns e confraternizar é muito importante no cenário corporativo.

Esse ato, além de consolidar a cultura da empresa, se encaixa para aqueles colaboradores com necessidades de estabelecer relacionamentos e ajuda a se sentirem pertencentes ao grupo.

Outra ideia, se a sua empresa quer se destacar ainda mais, é encontrar uma maneira para liberar o funcionário no dia do seu aniversário, dando uma folga de presente — certamente ele jamais se esquecerá disso!

6. Invista na gamificação

Gamificação pode ser entendida como a aplicação de técnicas usadas em jogos, mas em um contexto fora do convencional. Uma empresa pode se dar bem ao adotar essa estratégia, pois mantém os colaboradores mais engajados para alcançar os objetivos.

Com isso, incentive uma competição saudável, dentro do ambiente de trabalho, entre os departamentos. Isso estimula os funcionários a serem mais criativos, a terem pensamentos diferenciados e inovadores, além de fazer com que eles queiram ser mais competitivos — o que é essencial para que os indicadores comerciais aumentem gradativamente.

Algumas das habilidades desenvolvidas no colaborador podem ser: persistência, otimismo e cooperação. Por isso, a gamificação nas empresas está sendo utilizada nas ações de endomarketing, pois trata-se de uma estratégia de interação por meio dos jogos, tais como:

  • gincanas;
  • campeonato de jogos on-line;
  • role play;
  • board games.

Atente para os requisitos sobre como essa estratégia deve ser, para que as pessoas se sintam motivadas a participar dos jogos: metas, regras claras, feedback,  participação voluntária e premiação.

As metas servirão como um incentivador. Uma organização que trabalha com vendas, por exemplo, pode estipular uma quantia mensal a cada equipe. As regras devem ter clareza sobre quais as ações certas para se chegar à conquista. O feedback se refere à possibilidade de o funcionário conseguir verificar seu avanço e sua pontuação.

Já a voluntariedade na participação é necessária pelo fato de que o colaborador precisa se sentir motivado a perseguir algo que ele deseja. Por fim, a premiação é importante para manter o engajamento e ser uma retribuição pelo esforço despendido.

7. Crie uma cultura de metas e recompensas

Um sistema de recompensas consiste em implantar instrumentos alinhados às metas da organização que forneçam diferenciados modos de premiar os funcionários pelos desempenhos gerados. Assim, é justo que aquele que se empenhou mais e teve um resultado melhor receba reconhecimento por isso.

Aliás, essa é, inclusive, uma forma de trabalhar a motivação. Quando os funcionários têm a certeza de que, se apresentarem novas ideias e atingirem as metas, os seus esforços serão recompensados, certamente se sentem mais induzidos a alcançar resultados.

Se formos analisar esse aspecto pela visão da psicologia comportamental, podemos perceber que as pessoas que têm o comportamento esperado pela empresa são reforçadas a continuarem com seus esforços. Assim, a tendência é que tal conduta se mantenha ou, até, aumente de frequência.

Por outro lado, se um funcionário se esforçar para aumentar o próprio desempenho, mas não receber nenhum tipo de reconhecimento pela atitude, a tendência é que ele sinta que toda sua energia empenhada foi em vão, o que o desestimularia a se engajar nesse comportamento.

Por isso, crie metas e indicadores de desempenho e apresente para o seu time, investindo em bons programas de incentivo para premiar quem alcançar os objetivos — uma ideia que é muito utilizada é as viagens corporativas.

Contudo, lembre-se de que os funcionários precisam enxergar vantagem nas recompensas. Somente assim eles se esforçam mais em atingir os objetivos, e isso é essencial para o sucesso da organização. Afinal, eles não se sentirão motivados a alcançar os resultados propostos se o prêmio é uma simples agenda, você concorda?

8. Invista em redes sociais corporativas

As redes sociais corporativas também estão se destacando no cenário empresarial, porque favorecem a integração entre os funcionários.

Isso acontece porque algumas organizações proíbem a utilização das redes sociais durante o horário de expediente. Por isso, criar um ambiente virtual exclusivo é uma maneira para promover a integração do seu time, além de motivar a participação e a troca de ideias.

Ela funciona da mesma maneira que uma plataforma social comum, contudo, é feita exclusivamente para os funcionários. Além disso, é possível inserir jogos, vídeos motivacionais e brincadeiras que aproximem os gestores e a equipe.

Além de essa ação promover a melhoria no relacionamento e na aproximação de todos, pode ser usada como uma ferramenta de comunicação, já que os avisos importantes, o código de conduta da empresa e os lembretes podem ser postados e centralizados nesse lugar. Isso facilita para que todos encontrem as informações de forma mais fácil e possam consultá-la sempre que houver dúvidas.

9. Construa uma cultura forte

cultura corporativa é responsável por atrair, engajar e manter os colaboradores por mais tempo. Assim, um dos processos mais importantes é investir no seu fortalecimento.

Para isso, o investimento em endomarketing precisa ser constante. Os valores que a empresa transmite têm que estar em consonância com o modo de agir dos gestores. As condutas precisam fazer parte do dia a dia e valer para todos.

Uma forma de conseguir isso é já deixar claro, no momento da entrevista admissional, o que a empresa valoriza e espera de cada funcionário. Ter manual de boas práticas também é uma boa ideia para que tais preceitos sejam introjetados no modo de agir de cada um.

As ações de endomarketing são essenciais para as empresas que visam se destacar no ambiente corporativo. Com elas, é possível promover a motivação e integração da equipe, que trabalha satisfeita em atingir os objetivos do negócio, e isso se reflete em lucros significativos. Nesse cenário, aproveitar essas ações de engajamento traz diversas vantagens.

Neste post, você conferiu 9 dicas incríveis de ações de endomarketing para promover em sua empresa. Você gostou delas? Vai aplicar em sua organização? Então, que tal aprender mais sobre o que é mobile marketing?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *