RH e redes sociais: entenda essa relação

Tempo de leitura: 6 minutos

As redes sociais são ferramentas digitais compostas por pessoas e organizações que compartilham dos mesmos interesses, crenças e valores, proporcionando relacionamentos e trocas de informações. Elas são, dessa forma, utilizadas tanto no âmbito pessoal quanto no mundo corporativo.

Por isso, questionamos: você já parou para pensar na relação entre RH e redes sociais? É isso mesmo! As redes sociais podem ser utilizadas de uma forma estratégica pelos gestores de recursos humanos, porque são uma excelente ferramenta de recrutamento e seleção.

Então, quer entender melhor sobre essa relação entre RH e redes sociais? Continue conosco que lhe contaremos tudo!

A importância das redes sociais no ambiente corporativo

Já sabemos que as redes sociais são excelentes ferramentas para o entretenimento das pessoas. Afinal, é difícil encontramos alguém que não tenha acesso mobile para conferir as atualizações nas suas redes sociais atualmente.

Justamente por isso, quando as trazemos para o ambiente organizacional podemos utilizá-las para criar tanto estratégias internas, tais como:

  • conhecer melhor o perfil do candidato;
  • promover a integração dos funcionários;
  • criar eventos internos;
  • divulgar os eventos internos e de interesse comum;

… quanto externas, como:

  • tornar a marca mais conhecida;
  • engaja as pessoas com as campanhas de publicidade;
  • criar relacionamentos com o público de interesse;
  • divulgar os produtos e serviços.

Dessa forma, elas influenciam e causam grande impacto no mundo atual, sendo possível utilizá-las a favor da sua empresa.

Principais benefícios das redes sociais para o RH de uma empresa

Propagam a cultura da empresa

Os profissionais de recursos humanos precisam trabalhar junto à área de marketing para propagar a cultura da empresa.

Da mesma maneira que são criadas estratégias de engajamento e divulgação para o público externo, é importante criar postagens para divulgar suas crenças, valores, missão e visão — além das atividades internas, como as confraternizações, os benefícios de ser um funcionário, palestras, pesquisas etc.

Coloque-se no lugar de uma pessoa que fará uma entrevista na sua empresa: com certeza, você procuraria entender mais sobre como é a sua organização, certo? Para isso, entraria no site e, principalmente, nas redes sociais da empresa.

Se ela identificar que a sua empresa valoriza os funcionários, é competente e respeitosa, tem foco na comunicação interna e sempre mantém a equipe motivada, muito provavelmente ficará mais entusiasmada em participar do seu processo seletivo.

Por isso, podemos afirmar que o comportamento da sua empresa nas redes sociais é um dos aspectos mais importantes para que um determinado talento tenha interesse em fazer parte do seu time. Dependendo do seu teor, as postagens podem até representar a organização como uma ameaça ao candidato, fazendo com que ele não queira mais trabalhar na sua empresa.

Garantem um alcance maior para a divulgação de vagas

Uma das vantagens da sua empresa ter um perfil ativo nas redes sociais é poder usá-las para divulgar suas principais vagas. Dessa maneira, todas as pessoas que acompanham a suas páginas ficam sabendo delas, e podem compartilhar ou marcar os seus amigos nos seus comentários.

Você ainda pode impulsionar as publicações, selecionando o público de interesse para que a postagem apareça na sua linha do tempo, o que expande o alcance a mais pessoas interessantes.

Melhor ainda se a sua equipe de marketing divulgar a vaga de uma maneira diferente das tradicionais, investindo em postagens criativas e divertidas! Assim, pode atrair a atenção do público e despertar um interesse positivo nos candidatos.

Possibilitam análises dos perfis pessoais dos candidatos

Não é nenhuma novidade que, quando um candidato deixa um currículo para concorrer a uma determinada vaga, muitos gestores buscam o seu perfil pessoal nas redes sociais.

Antigamente, isso não era possível, porque o recrutador tinha apenas o currículo do funcionário em mãos na hora do processo seletivo. As redes sociais, no entanto, possibilitam hoje a avaliação de aspectos mais pessoais, tais como:

  • objetivos de carreira;
  • postura;
  • conteúdos do seu interesse;
  • linguagem;
  • discriminação;
  • comportamento social;
  • inteligência emocional;
  • interesses;
  • sonhos e anseios;
  • o que gosta de fazer nas horas vagas;
  • como trata os seus amigos e familiares;
  • em quem se inspiram.

Sem dúvida, essa é uma maneira de avaliar as suas opiniões e valores, conhecendo melhor o candidato — sendo, portanto, considerada uma valiosa ferramenta de seleção.

Aumentam as chances de encontrar o talento ideal

As redes sociais voltadas para o perfil profissional — como é o caso do LinkedIn, por exemplo — ajudam a sua empresa a encontrar o talento ideal. Não é à toa que recrutar funcionários usando essa ferramenta está sendo tão recorrente no mundo corporativo.

Ao se cadastrar na plataforma, o usuário preenche diversos campos muito semelhantes a um currículo. Então, quando você precisa recrutar funcionários, é possível selecionar características, experiências e habilidades que considera importante — e, por um mecanismo de filtros, o LinkedIn lhe apresenta os candidatos ideais.

Depois, é só entrar em contato e agendar uma entrevista on-line ou presencial, para conhecê-lo melhor. E o LinkedIn ainda disponibiliza algumas ferramentas extras para as empresas (algumas gratuitas e outras pagas), como:

  • InMail: possibilita que você envie e-mails personalizados para divulgar a sua vaga para todas as pessoas;
  • empregos patrocinados: você cria um perfil da sua empresa, divulga a sua vaga e patrocina o anúncio, alcançando mais pessoas;
  • Recruiter Corporate: uma espécie de canal de assinaturas, garante o acesso aos nomes e perfis dos candidatos ideais, possibilitando a criação de um alerta de pesquisa para a sua vaga.

Enfim, podemos ver que há uma relação muito importante entre RH e redes sociais, tanto na vida pessoal quanto no ambiente corporativo. Elas impactam diariamente na maneira como as pessoas se relacionam e trocam informações importantes. Se forem utilizadas de maneira estratégica pelo setor de RH, tornam-se uma importante ferramenta de recrutamento.

Por isso, é imprescindível a sua empresa fazer parte delas e ter um planejamento estratégico para captar os melhores talentos. Assim, você pode explorar novas maneiras de conduzir seus processos de recrutamento e seleção!

Então, gostou deste post sobre RH e redes sociais? Falando nisso, aproveite para seguir nossas páginas e ficar por dentro de todos os nossos conteúdos exclusivos! Estamos no Facebook, LinkedIn, YouTube e Instagram. Até o próximo post!

3 Comentários


  1. Excelente artigo! As redes sociais vieram para ficar e podem ser grandes aliadas da área de Recursos Humanos. As redes sociais ampliam as conexões, é um ótimo canal para comunicação interna ou externa e permite conhecer melhor as pessoas, sejam candidatos ou colaboradores. Parabéns!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *