Entenda a relação entre Marketing e RH em uma empresa

Tempo de leitura: 6 minutos

Quando falamos em marketing e RH nas empresas, é muito comum relacionarmos como duas áreas distintas e, quem sabe, até mesmo concorrentes: reuniões de marketing não são realizadas junto com RH e as de treinamento para funcionários também não são feitas com um estrategista de marketing.

Os dois setores são extremamente importantes para o bom funcionamento da empresa. Quando uma organização identifica a relação entre eles e usa isso como uma estratégia, podemos afirmar que ela está no caminho certo para alcançar o sucesso organizacional.

Quer entender como fazer isso? Confira lendo o nosso post completo!

Saiba quais são as atribuições de cada setor

O primeiro passo para compreender a relação entre os setores são identificar o que compete a cada um:

Marketing

O marketing é o responsável por elaborar, executar e mensurar estratégias para aumentar as vendas, criar relacionamentos de confiança com os clientes e preparar ações para tornar o produto (ou serviço) mais atrativo para o seu público-alvo.

Além disso, analisa o mercado e a concorrência, mantendo-se atualizado sobre as tendências e inovações no setor. Assim, implementa sempre novas estratégias dentro da organização.

Recursos Humanos

O setor de recursos humanos é o principal responsável pela contratação de talentos — e é a mão de obra desses talentos que faz com que o fluxo de trabalho aconteça naturalmente.

Ele cria estratégia para engajar, motivar e atualizar (com cursos, treinamentos e feiras) os funcionários da empresa. Além disso, promove a cultura e cria ações de comunicação interna que visam tornar os funcionários mais predispostos a atingir todos os objetivos da organização.

Note que a jornada do candidato é igual à jornada de compra de um cliente

Se você for parar para analisar a jornada de um candidato que está concorrendo a uma vaga, e de compra de um potencial cliente, existem diversas similaridades.

Veja bem: ambas iniciam com base em relacionamentos: tanto o cliente quanto o novo talento precisa conhecer a marca e a empresa, despertar interesse no produto (ou serviço) e na vaga e, por fim, efetivar a compra ou se tornar um funcionário.

Mesmo conquistando o cliente e o candidato, as duas áreas precisam investir em estratégias de fidelização para a manutenção dos relacionamentos. Assim, o cliente continua investindo na marca e o funcionário está sempre motivado, produzindo cada dia mais.

Confira a relação entre elas

Até aqui, você pode notar algumas diferenças entre as áreas. Todavia, temos a certeza de que você pode notar algumas similaridades:

A base para os dois setores é a cultura da empresa: ambos precisam criar estratégias para que ela seja disseminada entre os funcionários. Quando eles estão adeptos à cultura e aos valores da organização, fica mais fácil transmitir uma boa imagem para o mercado.

Vale ressaltar que nem na área de marketing, tampouco na de recursos humanos, as atividades são desempenhadas como em uma “receita de bolo”: o que funciona para uma empresa pode não funcionar para outra.

Encontramos um dos maiores erros dos negócios: espelhar-se em uma estratégia que deu certo em uma determinada grande empresa sem adequá-la à realidade da sua.

Existem diversas ações que são elaboradas e não têm sucesso em ambas as áreas. Por isso, elas precisam ser adaptadas e aperfeiçoadas de acordo com a cultura da organização.

Por isso, independentemente de qual ação o marketing e o RH criam, é fundamental investir na mensuração de resultados — ele é o responsável por verificar se todas as ações planejadas foram executadas com maestria e também para criar ações de manutenção e aperfeiçoamento da estratégia.

Entenda que o marketing promove o nome da empresa para encontrar talentos capacitados

O setor de marketing é responsável por propagar a marca da empresa no mercado. Quando ela é reconhecida pela excelência dos seus produtos e serviços, logo relacionamos que é uma organização boa para se trabalhar.

Quem não anseia por investir os seus talentos em uma empresa que é bem renomada? Mesmo que isso seja realizado indiretamente, quando nos deparamos com uma grande marca, é sinônimo de que os funcionários são bem tratados e valorizados, porque eles são os principais responsáveis pelo sucesso da organização.

Assim, o marketing (mesmo que indiretamente) ajuda a atrair e encontrar novos talentos que podem fazer grande diferença no crescimento do negócio.

Veja o que uma área pode aprender com a outra

Tanto na área de marketing quanto na de recursos humanos, é fundamental ter muito planejamento estratégico. É exatamente nesse aspecto que muitos profissionais de RH pecam: muitas vezes criam ações que não são baseadas em pesquisas e dados, dificultando a mensuração de resultados.

Por exemplo, o setor de recursos humanos faz uma parceria com um profissional que vai criar uma palestra motivacional para os seus funcionários. Contudo, o que a empresa realmente precisa naquele momento é diminuir o absenteísmo. Então, criar uma palestra motivacional não vai solucionar o principal problema da organização.

Nesse caso, poderia ser aplicada uma pesquisa de clima organizacional para identificar os reais motivos do absenteísmo e para compreender o lado do funcionário. Somente depois disso é que devem ser criadas ações para reverter esse quadro.

Assim, o primeiro passo, em qualquer estratégia, é fazer uma pesquisa de campo para garantir que as ações tomadas são baseadas em dados concretos e no que a realidade empresa necessita. Dessa maneira, fica muito mais fácil criar estratégias realmente eficazes.

Em ambas as áreas o foco deve ser nas pessoas. O marketing trabalha em manter os relacionamentos com clientes e o setor de recursos humanos trabalha para manter os funcionários engajados.

Se uma empresa tem o melhor produto, mas oferece aos seus clientes com um mau atendimento, certamente o consumidor não vai retornar a investir naquela marca. Assim, a empresa é prejudicada com o funcionário desmotivado.

Da mesma maneira, quando um talento resolve sair da organização para trabalhar em outro lugar, a empresa perde por não contar com o seu trabalho. Ou seja, ambas as áreas precisam se preocupar em criar boas condições para manter tanto os funcionários quanto os clientes.

Entender a relação entre marketing e RH de uma empresa é essencial para que a sua marca prospere. Ambas as áreas possuem similaridades, contudo, muitas vezes não unem esforços. Quando as duas áreas conversam, elaboram as melhores estratégias de sucesso organizacional. Por isso, precisam compreender as suas diferenças e unir esforços.

Na sua empresa o setor de marketing e RH trabalham juntos? Conte-nos deixando um comentário neste post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *