Empresa aplicando gamificação em processos seletivos

Como aplicar a gamificação em processos seletivos da sua empresa?

Spread the love

Para entendermos o que é a gamificação em processos seletivos, primeiramente, precisamos conhecer o conceito de gamification no mundo corporativo: o uso de técnicas dos games para situações de rotina dentro da empresa, como treinamentos e recrutamentos.

Geralmente, são aplicados conceitos de jogos digitais ou de tabuleiro entre os candidatos. O recurso lúdico existe desde os anos 1970. No entanto, se popularizou na década de 2010. Ou seja, sua prática é recente e já mostra benefícios às organizações.

Você vai conhecer algumas dessas vantagens ao longo deste artigo. Continue a leitura, fique informado sobre a técnica e adote essa metodologia!

O que a gamificação em processos seletivos pode dizer sobre o candidato?

A gamificação em processos seletivos é utilizada para conhecer melhor o perfil dos candidatos a uma vaga de forma divertida, criativa e eficaz. O recurso pode ser usado em forma de quiz ou como um jogo que estimule o participante a demonstrar determinadas habilidades que permitam a passagem de nível.

O game pode ser criado como uma simulação das situações cotidianas que o futuro colaborador vai enfrentar ao assumir a função na qual está concorrendo à vaga. Assim, o recrutador consegue avaliar nitidamente se o indivíduo está apto para assumir a função.

Nesse sentido, a gamificação é capaz de fornecer informações valiosas para um processo seletivo eficiente, auxiliando a empresa a tomar uma decisão segura e alinhada às suas expectativas.

De que formas isso pode ser feito?

O primeiro passo para implementar a gamificação em processos seletivos é, sem dúvida, fazer um planejamento eficiente. Você pode considerar as estratégias a seguir.

Realizar gincanas virtuais

Atualmente existem softwares voltados à realização de gincanas virtuais, nas quais a empresa pode implementar a sugestão dada no tópico anterior: simular as atividades cotidianas do negócio.

Organizar jogos que testam habilidades

Elabore um jogo que avalie como a pessoa vai lidar com a política interna e se o perfil dela está alinhado aos valores, missão e visão da empresa.

Para avaliar se os candidatos se enquadram na cultura organizacional do negócio, inicie com uma apresentação institucional e avalie durante o processo quem esteve atento às questões apresentadas.

Investir em competições

Os jogos não precisam estar relacionados apenas à rotina da organização. Games tradicionais, como o banco imobiliário, podem ser utilizados como fonte de inspiração para medir competências gerais dos candidatos. Nesse caso, estratégias de negociação.

Seja qual for a estratégia aplicada, é muito importante que os candidatos saibam que são concorrentes e que o jogo faz sentido para a etapa de recrutamento. No entanto, isso não significa que o vencedor vai, necessariamente, conseguir a vaga.

A escolha de contratação é embasada em vários elementos e, nesse sentido, a gamificação é uma maneira de avaliar melhor as qualidades e a capacidade de trabalho em equipe.

Quais os benefícios dessa prática?

Quanto mais você conhece os candidatos antes de decidir quem vai contratar, a tendência é tomar uma decisão segura, confiável e eficaz. A boa notícia é que as vantagens da gamificação em processos seletivos não param por aí! Conheça agora mesmo outros benefícios.

Melhora a reputação da empresa

O comportamento do profissional no mercado de trabalho atual exige um ambiente desafiador e inovador em que possa desenvolver suas competências individuais.

Uma empresa que adota um processo de recrutamento e seleção com ferramentas inovadoras, como os jogos, melhora a sua imagem nesse contexto. Assim, os candidatos passam a se identificar com a proposta e apresentam maior interesse em participar e integrar o quadro de colaboradores.

Processos ultrapassados fazem com que a organização seja malvista em relação à concorrência e a tendência é que os mais atualizados procurem por uma oportunidade mais adequada aos seus valores.

Garante uma equipe de alta performance

Da mesma forma que uma empresa que não moderniza seus processos seletivos repele os candidatos mais atualizados no mercado, as que adotam a gamificação evitam que candidatos desatualizados componham suas equipes.

Quem se identifica com o modelo moderno mostra mais engajamento na seletiva e tem maiores chances de conquistar a vaga. O resultado é a composição de uma equipe de alta performance, altamente qualificada.

Facilita a análise de perfis

Analisar os candidatos por meio de jogos permite fazer uma avaliação completa do perfil desses profissionais, de maneira ágil. No lugar de um recrutamento composto por várias etapas divididas em dias distintos, a aplicação de games em um único dia garante rapidez ao processo.

Além disso, processos longos são cansativos e perigosos, pois podem fazer com que a empresa perca um grande talento caso ele esteja participando de várias seletivas ao mesmo tempo.

Simplifica a comunicação

Ao avaliar características como raciocínio lógico, criatividade, trabalho em equipe e resiliência, de uma só vez, é possível que o recrutador tenha um mapeamento em mãos, quase que em tempo real, se utilizar um software adequado para isso.

O recurso simplifica a comunicação entre a empresa e o candidato, já que o retorno para aqueles em que não há interesse em avaliar nas próximas etapas do processo seletivo é dado com rapidez.

Além disso, os relatórios sobre o comportamento dos indivíduos são gerados com precisão. Dessa forma, esses candidatos recebem uma resposta sólida que pode colaborar com a melhoria de seu desempenho nas próximas oportunidades.

Traz transparência ao processo

A competitividade do mercado de trabalho atual e o fluxo de informações na internet podem se transformar em uma grande cilada para as empresas que não modernizam seus processos de recrutamento e seleção.

É muito difícil receber um candidato que nunca tenha participado de uma seletiva anteriormente, e, ao usar os mecanismos de busca, ele pode pesquisar as respostas mais adequadas na web.

Com a utilização de games, o processo se torna mais espontâneo, já que não é possível encontrar um direcionamento óbvio para as gincanas. O profissional, então, demonstra seu perfil com mais transparência.

Você pôde perceber, ao longo deste artigo, que a gamificação em processos seletivos é um recurso inovador e seguro para tomar uma decisão totalmente alinhada com a empresa. Não perca mais tempo, adote essa metodologia agora mesmo e comece a colher bons resultados!

Nossas informações foram úteis para você? Então assine a nossa newsletter e receba mais conteúdos como este em primeira mão. Até breve!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.