Ainda não se familiarizou com o RH 4.0? Confira as principais tendências

Spread the love

A tecnologia trouxe muitas mudanças para várias áreas das empresas, e no setor de recursos humanos, isso não é diferente. Foi assim que ocorreu o surgimento do RH 4.0, que já é uma realidade para grande parte das organizações.

A área de recursos humanos tem se tornado cada vez mais estratégica e menos operacional, e isso tem muito a ver com o RH 4.0. Neste post, vamos falar um pouco mais sobre esse assunto, para que você fique bem informado. Acompanhe a seguir!

O que é a revolução 4.0 e qual sua influência sobre o RH?

Em meados da década de 1990, quando houve o “boom” da internet, costumamos dizer que houve início a 4ª Revolução Industrial. Isso porque os computadores e outros recursos tecnológicos modificaram muito a forma como as atividades são realizadas, trazendo mudanças paradigmáticas também para os estrategistas da empresa.

Em síntese, a Indústria 4.0 — ou Quarta Revolução Industrial — tem como base a conexão entre máquinas e sistemas para a criação de redes de produção inteligentes, quase autônomas, e teve origem em um projeto do governo alemão.

Essas mudanças impactaram a gestão de pessoas e promoveram a ascensão do RH 4.0: o capital humano deve estar preparado para operar esses sistemas, e as empresas também têm responsabilidades sobre isso.

O investimento em capacitação e desenvolvimento é quase que obrigatório para as organizações que desejam se manter em crescimento, uma vez que a tecnologia modifica padrões em alta velocidade.

Vale pontuar que é um grande equívoco pensar que a indústria 4.0 vai acabar com a gestão de pessoas. Muito pelo contrário: cada vez mais os profissionais que trabalham com essas áreas devem buscar contribuir para a captação e retenção de talentos dentro dos negócios, uma vez que para crescer também é preciso de colaboradores com alto potencial criativo.

O que é o RH 4.0 e que vantagem ele traz para as empresas?

Nesse sentido, desenvolveu-se também o RH 4.0, que é embasado por uma cultura mais estratégica, deixando de lado questões muito burocráticas, como elaboração de folhas de pagamento, controle de entradas e saídas dos funcionários da empresa etc.

Hoje, o RH tem funções que vão muito além de atividades operacionais, uma vez que elas estão automatizadas. Essa é a principal vantagem que essa nova versão do setor traz para as organizações.

Além de atuar de maneira estratégica, utilizando pessoas como principal meio de atingir bons resultados, a indústria 4.0 contribui para que a captação de talentos seja cada vez mais coerente com as políticas da empresa.

A automatização dos processos seletivos utiliza a análise de dados para captar os candidatos mais adequados às vagas, além de fornecer indicadores seguros para adequar cada colaborador às funções alinhadas as suas qualidades. Você pode conferir essas questões com mais detalhes no tópico a seguir.

Quais são as principais tendências do RH 4.0?

O RH 4.0 trouxe mudanças em diversas atividades realizadas pelos profissionais do setor. Além disso, ainda há tendências que serão ainda mais intensas nos próximos anos. Veja quais são elas!

Novo perfil dos colaboradores

Antigamente as pessoas tinham como modelo perfeito de carreira aquele em que se começava a trabalhar em uma empresa e se seguia nela por mais de 20 anos, se necessário. Hoje, as gerações atuais não têm problema em trocar de emprego se não estiverem satisfeitas com a organização em que atuam.

Além disso, os novos colaboradores são extremamente conectados, sabem lidar muito bem com as novas tecnologias e estão acostumados com a inovação.

Novos modelos de contratação

Novos modelos de contratação estão surgindo, como os profissionais que atuam como freelancer ou por demanda, caso dos motoristas de aplicativo, por exemplo. Além disso, serviços podem ser terceirizados e as atividades profissionais podem ser feitas em home office.

Prova de que esses novos modelos já são uma realidade é que a recente reforma trabalhista aplicada no Brasil apresenta novas modalidades de contratação. Isso foi pensado para que as empresas pudessem atuar na legalidade ao fazer contratações e trabalho remoto, por exemplo.

Dados armazenados em nuvem

As pastas e fichários enormes, que eram característicos do setor de RH, hoje estão completamente ultrapassados. Isso porque já está em prática nas empresas o uso de ferramentas para armazenamento de dados em nuvem.

Assim, informações sobre os funcionários da empresa, contratos, escalas de trabalho e documentos de modo geral podem ficar armazenadas no ciberespaço. Isso é muito benéfico, pois evita que papéis se percam, por exemplo.

Uso de recursos online

Os recursos online também são presentes no RH 4.0 em várias situações. Exemplo disso são as ferramentas de intranet, que podem ser úteis para a boa comunicação com colaboradores.

Os tradicionais murais e quadros de avisos, que nem sempre eram visualizados por todos, agora podem ser substituídos por newsletters, que podem ser abertas no computador ou celular de cada funcionário.

Novas formas de recrutamento

Os processos de recrutamento e seleção também são diferentes no RH 4.0, já que praticamente tudo pode ser feito online, evitando que os candidatos precisem se deslocar até a empresa por diversas vezes.

As vagas podem ser anunciadas em redes sociais ou softwares específicos para recrutamento. Já as entrevistas podem ser agendadas e realizadas por meio de aplicativos de vídeo, como o Skype.

Menor tempo de trabalho

A automação de muitas atividades fez com que diminuísse o tempo dedicado ao trabalho em atividades burocráticas. Antigamente, no final do mês, era preciso que alguém somasse todas as horas trabalhadas pelos trabalhadores para elaborar as folhas de pagamento, por exemplo.

Hoje em dia, existem programas que fazem isso automaticamente. De tal forma, o trabalho é otimizado e isso é interessante, pois possibilita que o tempo ganho possa ser dedicado a pensar em novas estratégias para a organização.

Processos inovadores

Cada empresa tem suas particularidades, e é importante que se identifiquem melhorias para que sejam aplicadas. O RH 4.0, por ser focado no desenvolvimento de novas táticas, é muito relevante nesse sentido.

O gestor de RH pode instigar os demais funcionários do setor e da empresa de modo geral para que realizem mudanças em suas áreas de trabalho. Essas inovações podem ser destaque perante a concorrência e trazer maior lucratividade para a organização.

Quais são as diferenças entre o RH 4.0 e o RH tradicional?

Se você leu este artigo até aqui, deve ter compreendido que o RH 4.0 nada mais é do que uma evolução natural do RH tradicional. As alterações na sociedade ocasionaram mudanças nas empresas e, somente assim, elas sobrevivem.

Antigamente, o RH recebia o nome de departamento pessoal, lidando quase exclusivamente com documentos e contratações. Já na atualidade, o nome recursos humanos engloba muito mais e trata das relações humanas como um todo.

É isso que o RH 4.0 representa! Em uma época em que as máquinas substituíram as pessoas em muitas atividades, o RH tem a função de instigar e desenvolver o ser humano. O objetivo é estimular que as pessoas tenham competências que não apenas aquelas voltadas para operar equipamentos, podendo ir além e focar naquilo que as máquinas ainda não conseguem fazer como nós: pensar de forma estratégica.

Quais os principais desafios do RH 4.0?

Dentro de tudo o que falamos até agora, não é difícil imaginar que as transformações do RH não dizem respeito apenas aos colaboradores, mas as empresas como um todo. O RH 4.0 é sim um dos elementos fundamentais para que um negócio possa ser um sucesso.

Como já mencionamos ao longo do texto, o RH estratégico é uma tendência e traz progressos para a gestão em pessoas, já que modificou as atividades tradicionais em prol dos resultados positivos. E para que os objetivos sejam alcançados, o setor enfrenta alguns desafios. Confira os principais

Encontrar ferramentas completas

Certamente o que falamos sobre a capacidade da tecnologia desempenhar funções que eram restritas aos seres humanos não era uma grande novidade para você. No entanto, é preciso saber quais as ferramentas mais adequadas que podem ser adotadas pela sua empresa.

É de extrema importância para o RH estratégico que as ferramentas sejam o mais completas o possível. Do contrário, podem não atingir os objetivos esperados pelo RH 4.0: excelência nas operações estratégicas por meio da automatização dos procedimentos burocráticos.

Compor uma equipe de alto desempenho

Como mencionamos, assim como as atividades relacionadas ao setor de recursos humanos, o perfil de pessoas dentro das empresas também mudou. E encontrar talentos para a composição de uma equipe de alta performance é cada vez mais desafiador.

Esse novo conceito mudou as relações de trabalho que hoje estão cada vez mais colaborativas. Por isso, o ideal é investir mais em cooperação e menos em competição. Flexibilidade e criatividade configuram um grande diferencial.

Investir em conhecimento

Conhecimento nunca é demais, especialmente quando o assunto é a composição de um setor de recursos humanos cada vez mais estratégico.

Informações de qualidade devem ser prioridade na hora de promover a capacitação de colaboradores. Aqui não entra apenas a qualificação técnica: conhecimento e comunicação andam de mãos dadas.

Ao mesmo tempo em que deve-se valorizar palestras, pós-graduações, cursos e outras formas de estudo, também é preciso investir em uma comunicação transparente e de qualidade. Uma equipe verdadeiramente integrada e com conhecimento de causa sabe o que se passa dentro da organização, desempenhando um trabalho cada vez melhor.

Trabalhar o aspecto interpessoal

As questões abordadas anteriormente se refletem na necessidade de se trabalhar as relações interpessoais dentro da empresa, aspectos fundamentais para uma gestão de pessoas mais estratégica.

Relações flexíveis, menos hierarquizadas e com um nível maior de empatia e altruísmo são pilares para uma boa convivência entre os profissionais. Quando o coletivo se sobrepõe ao individual, a empresa pode garantir que conquistou uma das bases do RH estratégico, já que a parceria é um dos seus pilares de sustentação.

A comunicação eficiente facilita a rotina dos colaboradores, garante uma melhor atribuição das tarefas, facilita o trabalho dos gestores, promove engajamento, motivação, produtividade. A consequência é a obtenção de resultados rápidos e dentro das expectativas.

Como implementar o RH 4.0 na empresa?

As tecnologias presentes na indústria e no RH 4.0 combinam elementos físicos digitais e, pasme, biológicos. Isso porque elas impactam em todos os aspectos do mundo corporativo.

Como você pôde conferir no tópico anterior, conquistar os reais objetivos do RH 4.0 é uma tarefa desafiadora, mas importante saber que não é impossível. Basta contar com as ferramentas certas para fazer essa implementação.

Como o nosso objetivo é ajudá-lo a fazer uma gestão em pessoas cada vez mais eficiente, trouxemos algumas dicas de recursos que podem ser adotados pela sua empresa. Veja os principais.

People Analytics

Estrutura, análise e acompanhamento de dados é uma das principais ferramentas do RH 4.0, e para que sejam realmente eficientes, devem acontecer antes mesmo da contratação do colaborador.

As respostas obtidas pelo People Analytics contribui para que sejam traçados padrões sobre o perfil dos profissionais que devem ocupar as vagas, tanto considerando características técnicas, como as pessoais. Considera, ainda, o alinhamento com as políticas da empresa.

Gestão de dados e Big Data

Atrelado ao People Analytics, é importante salientar que o uso de dados é uma maneira segura de promover melhorias aos processos relacionados a área de recursos humanos como um todo.

O Big Data é de extrema importância, já que seu foco é capturar uma grande quantidade em números para que sejam transformados em informações.

Business Intelligence

Por fim, o Business Intelligence é um processo capaz de:

  • coletar, organizar e analisar dados;
  • realizar ações de monitoramento das informações.

Ao ser utilizado dentro do RH 4.0, relacionando-se ao People Analytics e ao Big Data, cruza-se as informações coletadas por essas ferramentas de maneira automática, trazendo agilidade para os processos decisórios.

Esperamos que você tenha gostado de nosso conteúdo e que tenha compreendido mais sobre o RH 4.0 e as mudanças que ele está trazendo para a organização. Portanto, atualize-se sempre e garanta mais resultados positivos para a sua empresa.

Que tal curtir a nossa página no Facebook? Lá você terá acesso a muitas outras dicas interessantes que poderá colocar em prática na organização em que trabalha.

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.