Tendências para gestão de desempenho: fique por dentro das novidades!

Tempo de leitura: 6 minutos

Na área de recursos humanos é natural ouvirmos falar em gestão de desempenho. Esse conceito empresarial parte do pressuposto de que cada indivíduo tem particularidades e precisa ser avaliado de forma isolada nas organizações.

Para muitos empresários e gestores do setor de RH, no entanto, esse conceito ainda não é muito claro e foi por esse motivo que desenvolvemos este post.

A seguir, vamos responder questões como o que é a gestão de desempenho, o porquê de esse processo ser fundamental, quais são as principais tendências sobre o assunto e a importância do uso de software para esse tipo de atividade. Acompanhe!

O que é gestão de desempenho?

De acordo com Herman Aguinis, um dos principais nomes da literatura, quando falamos em psicologia organizacional, a gestão de desempenho é “o processo contínuo de identificação, mensuração e desenvolvimento do desempenho de indivíduos e times, e o alinhamento desse desempenho com os objetivos estratégicos da organização”.

Isso quer dizer que a gestão de desempenho não visa apenas mensurar e avaliar como um colaborador realiza uma atividade, mas sim geri-lo para que cumpra os objetivos da empresa. É aí que entra a questão da individualidade no processo.

Em uma gestão de desempenho, os líderes podem identificar que determinado colaborador tem dificuldade em comunicar-se com a equipe, enquanto outro não possui muito sucesso em lidar com ferramentas tecnológicas, por exemplo.

Nesse caso, podem ser propostas ações únicas para cada um desses colaboradores, com o objetivo de fazer com que ambos se desenvolvam e possam fazer com que a organização cumpra os objetivos que estão em sua missão.

Por que esse processo é fundamental para os bons resultados da organização?

A ideia da gestão de desempenho é fazer com que os colaboradores possam sempre se aperfeiçoar cada vez mais. Assim, os erros serão evitados nos processos organizacionais, e se desenvolverá na equipe um espírito de coletividade, pois todos precisam desenvolver potencialidades únicas para o surgimento de um bem comum.

A gestão de desempenho, portanto, contribui para a formação de uma cultura organizacional mais voltada para o crescimento conjunto de colaboradores e organização.

Quais são as principais tendências da gestão de desempenho na atualidade?

Quando falamos em tendências da gestão de desempenho, os recursos tecnológicos imperam nos dias de hoje. Veja, na sequência, o que pode ser levado em consideração nesse tipo de estratégia, na contemporaneidade.

Gamificação

De acordo com uma pesquisa feita pela empresa Deloitte e divulgada em uma reportagem da revista Melhor, 62% das avaliações de desempenho feitas nas empresas acabam sendo realizadas pelo viés condicionado pelo avaliador.

É por isso que cada vez mais a gamificação vem sendo utilizada para reverter esse quadro. Por meio de jogos digitais, é possível desenvolver cenários lúdicos em que os colaboradores podem demonstrar o grau de conhecimento que têm sobre determinados assuntos e práticas empresariais.

Os games também podem ser utilizados na educação corporativa para que os colaboradores possam desenvolver novas soft skills ou habilidades, melhorando assim a sua performance de trabalho.

Avaliação em real time

As avaliações em real time, como o próprio nome sugere, são aquelas em que o aplicador de uma prova ou teste para avaliar o desempenho de um colaborador examina o que ele está fazendo no ato.

É possível utilizar programas de computador, por exemplo, que registrem o passo a passo de como um questionário foi preenchido. Assim, se pode tirar dúvidas, como qual pergunta levou mais tempo para ser respondida. A partir disso, consegue-se conhecer mais sobre o perfil único de cada colaborador.

Foco no crescimento do colaborador

Conforme explicamos, a gestão de desempenho não tem como foco apenas mensurar ou avaliar o grau de conhecimento dos colaboradores sobre determinado assunto. Mais do que isso, deve-se trabalhar com o foco no crescimento profissional de cada pessoa.

Ao investir em educação corporativa, o empresário ou gestor de RH estará investindo em capital humano, o que é mais importante nas empresas. Afinal, de nada adianta ter equipamentos com uma tecnologia de ponta, se não houver funcionários aptos a manipulá-los.

De tal modo, ao perceber dificuldades específicas de determinados grupos de colaboradores, podem ser desenvolvidos treinamentos in company para que tais competências sejam aprimoradas e o trabalho executado passe a ser excelente.

Mudanças na maneira de medir a qualidade de ciclos

É bastante comum que, quando falamos em gestão de desempenho, as empresas assimilem essa ideia à formação de ciclos de acordo com o seu calendário fiscal, ou seja, de forma anual.

Porém, com a evolução da sociedade e as novas gerações entrando para o mercado de trabalho, os ciclos de um ano se tornaram muito extensos para desenvolver uma gestão de desempenho. Isso se justifica porque tanto a empresa, quanto os colaboradores esperam por resultados mais rápidos.

A ideia, portanto, é que os ciclos de gestão de desempenho agora sejam encurtados e tenham duração de semestres e, em alguns casos, até mesmo trimestres.

Por que é importante utilizar softwares para fazer a gestão de desempenho?

Na gestão de desempenho atual é importante que sejam usados softwares que facilitem os trabalhos dos gestores. Isso, porque, por meio desses sistemas integrados, o gestor poderá avaliar as atividades que estão sendo executadas em cada área da empresa.

Geralmente, ao utilizar um sistema de gestão, cada colaborador tem o seu login e senha, isso permite que sejam registradas as ações que ele desenvolve durante o seu trabalho. Com o suporte do setor de TI, isso tudo pode ser avaliado e podem ser gerados relatórios sobre a produção individual de cada pessoa.

Esperamos que você tenha compreendido mais sobre a gestão de desempenho e quais são as principais tendências para a execução dessas atividades nas empresas. Dessa forma, você poderá colocar os seus conhecimentos em prática e aumentar a produtividade da empresa e a satisfação dos colaboradores com o seu negócio.

E para continuar aprendendo e se informando sobre esse tema e outros de seu interesse, acompanhe as nossas redes sociais. Estamos no Facebook, no LinkedIn, no YouTube e no Instagram. Confira agora mesmo todos os nossos canais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *