Diversidade nas organizações e o papel do RH

Tempo de leitura: 6 minutos

Nos últimos tempos, a diversidade nas organizações tem se tornado um assunto recorrente no mercado de trabalho. Enquanto as empresas buscam se ampliar diante dessa ideia, o setor de RH procura contribuir para sua integração e implantação.

Antes de mais nada, vale explicar que diversidade engloba a percepção das diferenças entre as pessoas, incluindo aspectos físicos, culturais, biológicos, sociais, econômicos, ideológicos, entre outros. Cada um deles tem sua importância e deve ser respeitado, inclusive no ramo profissional. Quer saber mais sobre a relação entre diversidade, organizações e Recursos Humanos? Então é só continuar lendo!

Qual é a importância da diversidade nas organizações?

Felizmente, no momento atual tem se falado cada vez mais em respeitar e integrar a diversidade, sendo ela referente a qualquer fator. O que vale é que o assunto tem se espalhado e a busca pelos direitos iguais, crescido.

Acontece que é muito importante que as empresas e organizações se incluam nessa linha de pensamento. Afinal, além de tratar-se de uma questão ética, ela também proporciona grandes benefícios para as corporações.

Você sabe o quanto pode ser positivo para uma organização apostar em diversidade? De modo geral, podemos dizer que este fator traz contribuições para a lucratividade e o rendimento da empresa, além de ser considerado um forte diferencial competitivo.

Claro, não podemos esquecer também que incentivar a diversidade é um passo para reforçar o respeito entre as diferenças, favorecendo a tolerância inclusive no ambiente de trabalho. Vamos nos aprofundar, a seguir, nas contribuições da diversidade na organização e em meios que os gestores podem utilizar para integrá-la.

Como a diversidade pode estar presente e por que deve ocorrer?

Não basta apenas dizer que a empresa apoia a diversidade. É preciso que essa ideia realmente faça parte da sua cultura e seja demonstrada por meio de ações práticas.

Assim, é importante que o respeito e a integração sejam trabalhados por todos: tanto gestores quanto colaboradores. Além disso, é papel da organização ter práticas de desenvolvimento que abranjam as diferentes competências e habilidades, para que todos possam se incluir em seu funcionamento.

Quando a cultura organizacional se abre para a diversidade, muitos benefícios e avanços começam a ocorrer.

Como a diversidade contribui para o crescimento?

Até aqui, temos falado de forma geral sobre as contribuições da diversidade para as organizações. No entanto, é necessário nos aprofundarmos um pouco mais nesse assunto. Afinal, é preciso compreender como esse fator pode beneficiar a criatividade, a inovação e o crescimento da empresa.

Dentre os resultados de pesquisas realizadas nessa área, destaca-se a constatação de que colaboradores se sentem mais engajados em organizações que respeitam e incluem as diferenças. Isso faz com que eles se sintam dispostos e se dediquem mais ao trabalho. Além disso, percebe-se que a existência de conflitos nessas empresas pode ser consideravelmente reduzida frente as demais.

O convívio com pessoas de diferentes características pode acrescentar muito em nossa experiência profissional e pessoal, funcionando como uma extensão de conhecimento. Vale ressaltar que, quando  trabalhamos em um ambiente que aceita a diversidade, nos sentimos mais à vontade, inclusive para aprender e arriscar mais.

Além de tudo isso, também vem se obtendo benefícios como rendimentos acima da média e aumento da lucratividade nas organizações.

Assim, não há dúvidas de que a diversidade nas organizações é algo de grande importância, e dessa forma, inúmeras empresas vêm investindo nela. Grandes nomes como a Mastercard, a Sodexo, a P&G e a Johnson & Johnson já o fazem e são só alguns exemplos. Elas oferecem treinamentos na área de diversidade e inclusão e também colocam metas voltadas para este segmento.

Agora que você já sabe de todas essas vantagens, chegou a hora de entender como o RH pode atuar diante desse assunto. Vamos lá?

Qual é o papel do RH na integração da diversidade?

O departamento de Recursos Humanos pode atuar de diferentes maneiras para integrar a diversidade em uma organização. Na verdade, essa cultura já começa na construção do quadro funcional da empresa, e é preciso implantá-la desde o processo de recrutamento e seleção.

Muitos processos seletivos, no entanto, ainda buscam manter um determinado padrão, analisando fatores como a religião, a etnia e a orientação sexual dos candidatos. É preciso, então, romper com esse tipo de seletividade e ampliar as vagas para pessoas de diferentes características.

As diferenças devem ser trabalhadas por todos na empresa, como citamos, e o RH pode ajudar a fazer essa intervenção. Também é necessário promover a comunicação e o diálogo, para que hajam trocas de saberes e integração.

É interessante que os gestores estejam dispostos a ouvir os colaboradores, permitindo opiniões e aceitando sugestões de melhoria. Além disso, a comunicação entre os colegas e o trabalho em equipe também devem ser estimulados.

Assim, o RH pode ajudar a conciliar o convívio e a promover o respeito e a aceitação. Sua atuação ocorre desde a contratação até a retenção de funcionários e os processos internos, como treinamentos e atividades do dia a dia.

A seguir, confira algumas dicas práticas.

Recrute em uma área mais ampla:

Ampliar as áreas de divulgação, quando for necessário realizar um processo de recrutamento, ajuda a atrair um público mais diversificado. Vale fazer essa ampliação de diferentes maneiras, como utilizando sites ou divulgando em uma área geográfica maior, por exemplo.

Ofereça treinamento em diversidade:

Os treinamentos contribuem para que os colaboradores, e até mesmo os gestores, percebam o quanto pode ser positivo ter perfis diversificados na empresa. Isso ajuda a tornar o ambiente mais acolhedor.

Incentive a diversidade em todos os níveis:

Não basta promover apenas processos de recrutamento e seleção mais diversificados. É preciso que essa ideia esteja presente em todas os níveis: desde os básicos até os superiores.

Vale lembrar que, para integrar a diversidade, cada empresa deve ser autêntica. Não adianta apenas ir atrás de números: é preciso levar em conta a sua forma de tratar as pessoas e, assim, buscar a melhor maneira de promover respeito e aceitação naquele ambiente.

Nesse sentido, o setor de Recursos Humanos tem um papel de extrema importância. Afinal, ele pode ajudar as pessoas envolvidas a se adaptarem a essa ideia, ao mesmo tempo em que atua com a inserção da mesma na cultura da empresa.

Continuamos a lidar com certos desafios para realizar essa integração, já que, infelizmente, ainda encontramos preconceitos e padrões engessados. No entanto, esse quadro é reversível e basta dedicação para mudá-lo. Assim, não apenas mantemos a ética e o respeito, como ampliamos nossos conhecimentos e, no que se trata do mundo corporativo, favorecemos nosso rendimento.

Integrar a diversidade nas organizações significa criar um local de trabalho que sirva para todos os colaboradores e que estimule a convivência entre diferentes perfis pessoais e profissionais. Saiba mais sobre como fazer isso em nosso post sobre a criatividade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *