Planos de carreira: como implementar na sua empresa?

Tempo de leitura: 8 minutos

Um dos grandes desafios das empresas é criar estratégias que colaborem com a atração e retenção de talentos. Os chamados planos de carreira são excelentes ferramentas que estão sendo usadas para esse fim.

Por meio desse recurso, os colaboradores encontram a possibilidade de se desenvolver dentro da organização e se sentem valorizados por isso, aumentando o seu engajamento, comprometimento e produtividade. Confira abaixo como você pode implementar o plano de carreira na sua empresa.

O que é e como funciona o plano de carreira?

Essa ferramenta consiste em um planejamento desenvolvido pelas empresas. Nele, os colaboradores adquirem conhecimento sobre o caminho a ser percorrido para alcançar novos cargos dentro da companhia, a qual, dessa forma, consegue reter os seus talentos.

A empresa precisa, então, determinar quais são as habilidades e competências exigidas para que um candidato consiga assumir cargos dentro da companhia. Essas informações devem estar muito claras para que seus funcionários saibam se estão atendendo a demanda exigida e se possuem as competências necessárias para assumir novas funções.

Como implantar planos de carreira?

Um dos maiores benefícios do plano de carreira é estimular o engajamento de seus trabalhadores, visto que eles terão conhecimento sobre possíveis promoções e saberão o quanto precisam se aplicar para alcançar os seus objetivos.

Porém, para implementá-lo em sua empresa, é importante adotar alguns critérios que atendam às expectativas da companhia e desses colaboradores. Além disso, deve-se avaliar a situação financeira da organização no momento. Confira algumas dicas:

Crie um organograma

Se a empresa ainda não tem, crie um organograma! Ele permite que o colaborador entenda qual é a sua posição na estrutura organizacional e quais são os passos que ele precisa seguir até a próxima etapa.

Dentro desse organograma, devem ser estabelecidas as relações de comunicação e hierarquia. Desse modo, fica mais claro para o colaborador entender quem é a pessoa responsável que ele deve procurar em uma determinada situação ou qual profissional é o mais indicado para ajudá-lo a se desenvolver.

Defina os métodos de progressão

Eles são indicados para definir os critérios usados pela empresa nas avaliações de seus colaboradores para uma futura promoção, transferência, aumento salarial e até para um processo de desligamento, se necessário.

Como existem vários tipos de avaliação, a empresa precisa analisar quais são os mais adequados dentro da sua própria estrutura organizacional. Você pode optar por uma avaliação de desempenho por competência ou por pontos; ou, ainda, aplicar provas e entrevistas.

Padronize as tabelas salariais

Para elaborar um plano de carreira justo, é necessário padronizar os salários conforme o nível do cargo exercido. Ao levar em consideração o conhecimento e a experiência de cada indivíduo, você realiza um processo equânime e, ao mesmo tempo, cria expectativas em seus colaboradores.

Ao saber o valor do salário do próximo nível e comparar com o atual, o funcionário perceberá a real possibilidade de crescimento. Sabendo disso, ele se sentirá desafiado a alcançar esse patamar e passará a trabalhar com muito mais comprometimento.

Estabeleça metas e prazos alcançáveis

Não adianta fazer um belo plano de carreira se as metas e os prazos estabelecidos forem impossíveis de serem alcançados! Ao definir critérios, a empresa precisa que os funcionários percebam que eles têm competência e capacidade para chegar lá. Somente dessa forma eles se sentirão motivados para melhorar seu desempenho.

Deixe claro quais são os conhecimentos necessários para passar de um cargo pleno para sênior, qual é o tempo de experiência exigido, há quanto tempo é preciso estar na empresa e quais cursos precisam ser concluídos antes de ser avaliado para uma transferência ou promoção.

Faça benchmarking

Se a empresa não tem ideia de quais critérios usar e não sabe se o salário oferecido está compatível com o mercado, você pode fazer um benchmarking com os seus concorrentes. Isso vai ajudá-lo a criar um plano de carreira que esteja dentro da realidade do mundo corporativo.

Várias empresas estão se inspirando em alguns planos de carreira que já foram adotados no mercado e que alcançaram sucesso na atração e retenção de talentos, uma vez que manter esses profissionais qualificados dentro da empresa deve ser um dos objetivos de quem quer destaque perante a concorrência.

Entenda sobre as novas trilhas de carreira

Antes de pensar em estruturar o plano de carreira na sua empresa, é importante que você entenda sobre as novas trilhas de profissão que são usadas na gestão de pessoas, visto que é necessário escolher uma delas para a sua companhia.

Os modelos mais conhecidos são Y e W. No plano de carreira Y, a empresa estimula o crescimento interno do colaborador para alcançar cargos como especialista ou como gestor. Já no modelo W, além do cargo de especialista ou gestor, o profissional tem a possibilidade de fazer uma mistura dos dois.

Avalie o cenário econômico da sua empresa

Essa ferramenta não pode funcionar apenas no papel. Ela precisa ser real para que os colaboradores se sintam estimulados e motivados em aumentar a produtividade e crescer na carreira.

Portanto, é fundamental que a empresa avalie o cenário econômico em que se encontra para constatar qual é o melhor momento de implantar o plano de carreira. Lembre-se que esse é um investimento com ótimos retornos, mas que podem surgir em médio e longo prazo.

Implante a cultura do feedback entre seus colaboradores

O feedback é uma das principais ferramentas de gestão de pessoas dentro de uma companhia. Por meio dele é que o colaborador toma conhecimento do seu desempenho e sabe se está atendendo aos critérios estipulados pela empresa.

Implantar a cultura do feedback é fundamental para o trabalhador entender quando está saindo dos trilhos e quais ações precisam ser efetuadas para mudar o cenário. Já para a empresa, o feedback também é importante para saber se vale a pena ou não investir em um colaborador.

Como o RH pode alinhar os objetivos da empresa com os dos funcionários?

Antes de qualquer coisa, o plano de carreira precisa estar alinhado com os objetivos da empresa e dos funcionários, uma vez que ele deve atender às necessidades de ambos. Para algumas organizações, isso pode ser um grande desafio. Veja como o setor de recursos humanos pode fazer isso:

Invista em cursos e treinamentos para apoiar os colaboradores

O colaborador se sentirá estimulado a buscar crescimento quando ele perceber o cenário atual em que se encontra e entender quais são os planos. Dessa forma, será mais fácil decidir o caminho que ele deseja seguir.

Mas para chegar até lá, o colaborador precisa se sentir apoiado. Esse é o momento da empresa investir em treinamento, cursos e workshops que agreguem conhecimento ao funcionário e o deixem motivado a trabalhar o seu desenvolvimento.

Apoie os gestores no direcionamento de carreira dos funcionários

É função dos gestores da empresa direcionar os colaboradores no plano de carreira, mas é papel do RH ajudá-los na condução desse momento, já que pode envolver expectativas e frustrações.

Por isso, reúna-se com os líderes e sugira que eles ouçam seus colaboradores. Eles fornecerão informações voltadas para o futuro profissional dentro da empresa e à impressão que eles têm do seu próprio trabalho. A partir disso é que os gestores saberão direcionar corretamente a carreira de seus liderados.

Seja transparente nos processos de seleção

Quando novas vagas surgirem na empresa, deve ser prioridade do departamento de recursos humanos abrir a oportunidade para “aqueles que já são de casa”. Isso faz com que os funcionários se sintam motivados ao perceber que a companhia está valorizando seu trabalho.

Porém, todos precisam ser avaliados igualmente. Se você perceber que o indivíduo não atende às competências necessárias para assumir o cargo, aplique o feedback e faça o processo de seleção continuar.

Com essas informações sobre os planos de carreira, você não terá dificuldades para implementá-los em sua companhia. Você pode buscar ajuda de empresas especializadas como a Woli, que conta com diversas ferramentas de gestão de RH para criar estratégias relevantes e eficientes.

Se você gostou do nosso artigo sobre planos de carreira, aproveite para assinar a nossa newsletter e mantenha-se informado sobre diversos assuntos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *