Mapeamento de competências: qual a sua importância nas empresas?

Spread the love

Para empresas que querem crescer de forma contínua e seguindo um caminho com grandes chances de sucesso, fazer o mapeamento de competências dos colaboradores é essencial. Indo além, essa prática também ajuda em situações como a de dispersão geográfica de funcionários, na retenção de talentos, na satisfação dos profissionais, entre outros.

Sem contar que o mapeamento de competências é capaz de mostrar exatamente o potencial de alguns perfis que você está procurando entre os colaboradores. Antes de formar equipes ou iniciar novos projetos, é uma boa hora de ter essa percepção mais clara e definida, garantindo, assim, alguns benefícios muito importantes para que a empresa alcance o seu objetivo.

Pensando em ajudá-lo a entender melhor as vantagens do mapeamento, listamos abaixo algumas informações que podem fazer a diferença na sua decisão. Confira e boa leitura!

Qual a importância do mapeamento de competências?

Para começar, é fundamental que você saiba o quanto essa prática pode orientar melhor o seu trabalho em RH, além de impactar positivamente no plano de carreira dos profissionais. É importante notar que o mapeamento de competências deve estar alinhado aos indicadores da empresa. Mas o que isso significa?

Aprofundando o assunto, isso quer dizer que, para um projeto emplacar e decolar no ritmo certo, os profissionais que fazem parte dele precisam ter o perfil exato para as tarefas exigidas. Por isso, mapear quais são as qualidades e competências dos funcionários é, sem dúvidas, uma das melhores estratégias para qualquer tipo de negócio.

E, uma vez alinhado às necessidades da empresa, você terá ao menos uma certeza: de que os profissionais envolvidos darão o seu melhor para conseguir bons resultados, engajar a equipe e ainda não perder o foco dos indicadores da empresa. Ou seja, essas pessoas estarão altamente conectadas com os objetivos principais da companhia — o que é excelente, certo?

Quais profissionais serão selecionados?

Isso depende muito do projeto que você está desenvolvendo. Se for algo em que é preciso o suporte da liderança, então, o foco é avaliar as competências dos líderes da sua empresa e selecionar aqueles que mais têm a ver com o projeto.

Já se a meta for envolver profissionais que lidam com atendimento, por exemplo, o mapeamento de competências deve ser feito com os colaboradores que lidam diariamente com o contato com clientes e fornecedores, por exemplo. Mais uma vez, é importante que você segmente o objetivo e selecione o nível hierárquico pertinente.

Tendo isso em mente, é bom seguir algumas dicas na hora de analisar as competências. Lembre-se de que alguns fatores são determinantes para você encontrar a pessoa certa para o que a empresa está precisando nesse momento. Alguns deles são:

Agilidade na tomada de decisões

Eis aqui uma das qualidades mais procuradas nos profissionais. Como vivemos em um mundo cada vez mais moderno e conectado às novas tecnologias, ser ágil na tomada de decisões, principalmente nas que envolvem problemas a serem resolvidos, é, de fato, uma das principais características que diferenciam os profissionais.

Então, durante o mapeamento de competências, é importante que você analise esse tópico e veja se aquele colaborador realmente tem uma postura que segue essa ideia e, ao mesmo tempo, se ele tem facilidade com situações como essa. Um detalhe a tomar nota é que, geralmente, essa agilidade está ligada a momentos de pressão!

Foco em resultados

Trabalhar não significa apenas buscar por um retorno financeiro que permita a manutenção da vida pessoal. No entanto, é necessário sempre estar bem equilibrado com a necessidade de se ter sempre os melhores resultados naquilo que é proposto. Isso quer dizer que, no mapeamento de competências, você deve ficar bem atento à meta de resultados do funcionário.

Uma boa dica é entender como ele vem atuando sobre isso nos últimos meses, como ele enxerga que essa ação deve ser colocada em prática e, muito importante, como ele encara encorajar outros profissionais a fazerem o mesmo. E isso não está ligado apenas aos líderes, mas a toda a equipe, já que, no final, todos trabalham em busca dos mesmos objetivos.

Outra dica é checar com o colaborador o que ele entende por resultado, seja ele negativo, seja ele positivo. O que significa alcançar determinada meta — essa informação é muito importante para que você analise a forma como ele enxerga a execução de tarefas.

Visão sistêmica

Você já ouviu falar sobre visão sistêmica? Só para reforçar, isso significa que o profissional precisa ter uma boa capacidade em ver a empresa em geral, como um todo, identificando processos e o seu funcionamento, como são integrados os setores, como é feita a produção e entrega dos produtos e serviços ao mercado e ao consumidor, entre outros.

Indo além, o profissional tem que entender fortemente a relação entre o ambiente externo e o interno, de que forma os acordos são feitos e como as informações estão sendo passadas. Esse pacote de análises é o que chamamos de um colaborador com visão sistêmica, que deve ser percebido durante o seu mapeamento de competências.

Habilidades e experiência

Como fazer a seleção dos profissionais certos para encarar desafios sem considerar suas habilidades e experiências? Não há como. Por isso, é bom ter em mãos essas informações de forma bem detalhada, para que o mapeamento de competências seja feito com base na bagagem que o funcionário tem e vem desenvolvendo ao longo dos anos.

Quanto mais dessas duas características o colaborador tiver, melhor para qualquer estratégia e comprometimento com resultados. E mesmo em situações em que o profissional ainda estiver no começo de carreira, dá para perceber, ao menos um pouco, se ele pretende melhorar suas aptidões e aprendizado. Fique bem atento a essas informações!

Depois de entender mais sobre o mapeamento de competências, ficou claro para você como essa prática pode ser realmente benéfica para a empresa? Além disso, é importante ressaltar que isso agrega para o negócio outras vantagens essenciais, como um planejamento empresarial mais concreto e com uma visão real da qualificação profissional que a companhia precisa ter. Portanto, aposte nisso e veja como pode dar certo ao final!

Gostou do conteúdo? Então, aproveite e entre em contato conosco para, juntos, pensarmos na melhor maneira de desenvolver o mapeamento de competências para a sua empresa!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.