Entenda o que é recrutamento misto e quais as suas vantagens

Spread the love

Um dos maiores desafios do departamento de recursos humanos dentro de uma empresa é contratar os melhores profissionais à disposição no mercado, compondo uma equipe produtiva e alinhada aos princípios da empresa. Dentre as opções que podem ser aplicadas para atingir esse objetivo, você conhece ou sabe o que é recrutamento misto?

O método une práticas dos modelos interno e externo. Nesse tipo de busca, as vagas são disponibilizadas tanto para colaboradores que já fazem parte da organização quanto para candidatos que estão no mercado. O intuito é aproveitar ao máximo as vantagens dos dois tipos e, ao mesmo tempo, minimizar suas desvantagens.

Para deixar você por dentro do assunto, explicamos neste post como funciona esse estilo híbrido de processo seletivo, seus principais benefícios e mais informações sobre o recrutamento online. Acompanhe!

O que é recrutamento misto e como ele funciona?

Como adiantamos, o recrutamento misto é um método que busca unir os processos seletivos internos e externos. O objetivo é dar oportunidade para quem já faz parte do quadro de funcionários e aos profissionais que estão disponíveis no mercado de concorrer a uma vaga na empresa.

Ao entender o que é recrutamento misto e optar por esse modelo, duas situações podem surgir durante o processo seletivo:

  1. Concorrência equilibrada: avaliar candidatos internos e externos da mesma forma, utilizando os mesmos critérios e oferecendo a mesma oportunidade para todos os envolvidos;
  2. Concorrência por cotas: distribuir um número de vagas específicas para o público interno e outro para o externo, considerando o conhecimento do atual funcionário sobre a empresa e as ações a serem realizadas para que o novo colaborador se habitue ao ambiente e às políticas da organização.

Na prática, há três maneiras de fazer recrutamento misto: do interno para o externo, do externo para interno e a busca simultânea. Veja a seguir mais detalhes sobre cada caminho.

Recrutamento interno e, depois, externo

O método mais comum é começar pelo recrutamento interno e depois partir para o externo. As vantagens desse tipo de busca são:

  • os profissionais da casa já estão integrados à empresa e, portanto, já sabem como ela funciona;
  • o processo de seleção é mais curto;
  • valorização e motivação dos colaboradores;
  • economia em integração e treinamento de pessoal.

Primeiro, a empresa busca preencher a vaga com algum candidato que já faz parte do seu quadro de funcionários. Caso ninguém se interesse, ou seja qualificado para a posição, é feita uma busca no mercado para atrair outros profissionais.

Recrutamento externo e, depois, interno

O caminho contrário também pode acontecer. Com o intuito de renovar o ambiente, muitas empresas preferem procurar candidatos externos antes de oferecer a oportunidade internamente. Entre os benefícios desse método, estão:

  • renovação de ideias na organização;
  • movimentação na rotina, com troca de experiências e mais produtividade;
  • chance de abordar antigos processos e práticas sob um olhar diferente.

É um método válido, mas é preciso ter bastante cuidado para não prejudicar o clima organizacional, já que os funcionários da casa podem se sentir desvalorizados. Fique de olho nessas situações e converse com esses colaboradores, caso necessário.

Busca simultânea

Outra forma de fazer recrutamento misto é oferecer as vagas interna e externamente ao mesmo tempo. Dessa forma, os candidatos competem em pé de igualdade, sem nenhum tipo de preferência por um ou outro.

O profissional é escolhido unicamente por seu perfil e capacidade técnica, sem considerar outros fatores, o que torna o processo mais justo.

Quais são as vantagens do recrutamento misto?

Como qualquer estratégia pensada para facilitar e acertar na contratação de pessoas, o recrutamento misto também tem as suas vantagens. Chegou o momento de conhecer algumas delas. Confira!

Oportunidades para os funcionários da empresa

Por envolver candidatos internos, o recrutamento misto valoriza os funcionários que já estão na empresa, oferecendo a eles a chance de mudar de área, subir de cargo ou encarar novos desafios. Essa atitude mantém em alta o clima organizacional, já que cria uma relação de confiança entre os colaboradores e a companhia, uma vez que as vagas não são preenchidas por indicações ou favorecimentos.

Outro benefício é a retenção de talentos. Os profissionais da empresa sentem-se respeitados e percebem que realmente têm chances de crescer lá dentro. Por isso, pensam duas vezes antes aceitar ofertas de outros lugares, nos quais talvez não tenham essa oportunidade.

Incentivo ao aprimoramento profissional

Quando sabem que a empresa faz recrutamento misto, os funcionários saem da zona de conforto e buscam se aprimorar profissionalmente por meio de cursos, capacitações e experiências no dia a dia. Isso acontece porque eles sabem que precisam estar preparados para quando as oportunidades chegarem. Afinal, além de concorrer com os próprios colegas, também haverá profissionais qualificados do mercado envolvidos.

Tudo isso gera uma consequência positiva para a organização: com colaboradores mais capacitados e motivados, a equipe consegue alcançar resultados cada vez melhores. Assim, o que era apenas um método eficiente de recrutamento acaba se tornando também uma ferramenta para aumentar a produtividade.

Mais chances de encontrar bons candidatos

Buscar candidatos nos dois públicos aumenta as chances de encontrar o profissional ideal para o cargo. O método amplia a amostragem de possibilidades no recrutamento, tanto em qualificações e habilidades técnicas quanto na aderência do perfil em relação à cultura da empresa.

Quanto mais gente preparada para se candidatar para a vaga, mais fácil é contratar a pessoa certa para a equipe.

Redução de custos

O recrutamento misto torna a busca mais econômica para a empresa, pois possibilita encontrar o profissional ideal em menos tempo e com um número maior de candidatos qualificados.

A agilidade e o poder de alcance fazem com que os custos sejam menores, otimizando assim o uso da verba para contratações.

Possibilidade de distribuir as vagas

Se houver mais de uma vaga disponível para o mesmo cargo, é possível adotar dois caminhos diferentes no recrutamento misto. Como já explicamos, é possível aderir à concorrência equilibrada ou por cotas.

A concorrência equilibrada é aquela na qual os candidatos são avaliados com os mesmos critérios, levando em conta apenas suas competências técnicas e comportamentais. Nesse modelo, pode acontecer de todas as vagas serem preenchidas por candidatos externos ou internos, dependendo dos resultados do processo seletivo.

O segundo é a concorrência por cotas, na qual uma parte das vagas é destinada ao público interno e a outra é preenchida por profissionais externos. À primeira vista, isso pode não fazer muita diferença, mas essa distribuição é extremamente vantajosa. E agora vamos explicar o porquê!

Ao mesmo tempo em que dá oportunidade de crescimento aos funcionários da casa, a organização consegue trazer gente nova, com ideias e posturas diferentes, sem vícios adquiridos ao longo dos anos.

Esse equilíbrio é fundamental para manter a equipe sempre produtiva e inovadora, fazendo com que a empresa cresça e se diferencie no mercado.

Renovação com ética e responsabilidade

Ao longo de todo o texto, deixamos nítido que o RH tem acesso a uma parcela mais completa de candidatos disponíveis pelo mercado ao optar pelo recrutamento misto. Como toda a empresa deseja o melhor profissional para exercer determinada função, o recomendado é que mantenha sempre as portas abertas para que isso aconteça.

A renovação do quadro de colaboradores é sempre necessária, mas também é de extrema importância que os valores éticos sejam mantidos. Quem já atua na companhia provavelmente tem esse perfil alinhado a essas políticas.

Preservação da imagem da empresa

Quando um processo seletivo é bem estruturado, ele ajuda a preservar a imagem da empresa perante o mercado. É o chamado employer branding, o agrupamento de técnicas voltadas para a criação de uma boa imagem empregadora.

Organizações que não conseguem reter colaboradores ficam de fora da rota dos bons profissionais. Isso significa que, na hora de abrir um recrutamento, os portadores dos melhores currículos não vão se interessar.

Ao aderir ao recrutamento misto, essas pessoas veem a possibilidade de construir uma carreira dentro do negócio, impactando diretamente na atração de talentos.

Melhores estratégias de recrutamento

Para saber qual é a melhor estratégia para o seu negócio, não tem jeito: é preciso testar as estratégias de recrutamento.

Faça testes dentro do recrutamento misto. Utilize as ferramentas online, de concorrência equilibrada, por cotas, do interno para o externo, do externo para o interno e a busca simultânea.

Dessa forma, você conseguirá construir uma seletiva de excelência e compor equipes com desempenho cada vez mais satisfatório.

Avaliação de processos internos

Quando você utiliza o recrutamento misto, consegue avaliar a eficácia dos processos seletivos da sua empresa, a capacitação dos seus funcionários, a qualidade do clima organizacional e a motivação das equipes.

Quanto mais o público interno se candidatar a uma vaga, significa que a empresa está no caminho certo no que diz respeito às estratégias de comunicação interna, endomarketing, ambiente de trabalho, remuneração, benefícios, entre outras.

Quais as desvantagens do recrutamento misto?

Nem tudo são flores no mundo corporativo. As desvantagens do recrutamento misto estão localizadas na possível dificuldade em encontrar o equilíbrio para que o público interno e externo tenham as mesmas chances.

Aqueles que vêm de fora costumam acreditar que estão em desvantagem e muitas vezes não se dedicam tanto a mostrar o seu potencial durante a entrevista. Por isso, é preciso encontrar estratégias para desconstruir essa imagem e direcionar o processo.

Como funciona o recrutamento online?

A desvantagem mencionada acima pode ser contornada se a empresa utilizar o recrutamento online como recurso.

O modelo traz agilidade e economia, já que softwares especializados capturam e fazem a triagem de currículos cadastrados com base no perfil da vaga, pré-estabelecido pela empresa.

Além de automatizar o processo, garante a confiança de candidatos externos e internos, que não terão dúvidas da idoneidade do processo seletivo ao saber que não há interferência humana na análise do seu conhecimento e das suas habilidades.

Não há dúvidas de que os processos realizados pela internet trazem inúmeras vantagens. A redução de custos e do tempo destinado ao preenchimento de uma vaga não podem ser ignoradas, uma vez que estruturar um processo tradicional realmente demanda tempo e dinheiro.

Como citamos, o fato de fazer a seleção dos currículos já poupa muito tempo do departamento. E quando se trata da concorrência, quanto menos durar uma seletiva, melhor. Os dias são preciosos e, quanto melhor for o profissional, mais disputado ele será. Agilizar essa questão acaba fazendo toda a diferença.

Desvantagens

Como todos os modelos de recrutamento, o que é realizado virtualmente também tem a sua desvantagem. No caso, aqui temos a impessoalidade.

A distância entre o empregador e o candidato pode gerar uma formalidade além do necessário nos primeiros contatos. Se isso não for contornado, acabamos entrando em um círculo vicioso em que o candidato externo sempre vai ter a impressão de sair perdendo.

O recomendado é que sejam usadas estratégias, como questionários ou até mesmo um primeiro contato via telefone, ou conferência por vídeo, em que o aspirante à vaga possa experimentar uma relação humanizada e ficar por dentro da identidade da empresa, mostrando se está adequado a essas políticas ou não.

Transmissão da identidade da empresa no recrutamento online

Você deve estar se perguntando como um candidato pode se ambientar à identidade da empresa, mesmo ao telefone. Aqui, as estratégias de marketing são muito bem-vindas.

Técnicas de comunicação devem ser aplicadas com o objetivo de fortalecer a imagem da empresa e despertar o interesse de grandes talentos, sejam eles internos ou externos.

Há várias maneiras de fazer isso:

  • personalizar a comunicação nos canais utilizados, como e-mail e WhatsApp;
  • adotar uma linguagem mais informal e equilibrada;
  • valorizar o candidato em todo contato estabelecido;
  • fazer uso de elementos lúdicos durante as etapas do processo seletivo.
Recrutamento online e misto podem e devem ser usados de forma integrada para que todas as vantagens sejam aproveitadas e a empresa tenha a melhor equipe do mercado no segmento proposto. Não hesite em usar todas as dicas e ideias deste artigo!
E então, gostou de saber o que é recrutamento misto e ficou animado para experimentar os seus benefícios dentro da empresa? Não perca tempo, comece a testar esse novo modelo agora mesmo!

E se quiser saber sobre métodos de recrutamento e o universo do setor de RH, curta nossa página no Facebook e tenha acesso a informações atualizadas. Até breve!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.