Tudo o que você precisa saber sobre tecnologia na gestão de pessoas

Tempo de leitura: 18 minutos

Com a concorrência e competitividade no mundo globalizado, a gestão de RH tem cada vez mais desafios: contratar funcionários com eficiência, proporcionar um ambiente seguro e sadio para se trabalhar, buscar ferramentas para melhoria do desempenho da equipe e administrar os dados do time interno com transparência e qualidade. A notícia boa é que a tecnologia na gestão de pessoas surge para ajudar nesse processo complexo.

As novas tecnologias impactam diretamente no negócio porque é por meio delas que é possível criar um planejamento estratégico de gestão para conduzir, com modernidade e praticidade, a integração e aperfeiçoamento das equipes. Assim, há a construção de bases sólidas para obter resultados positivos com o investimento na automatização.

Contudo, nesse cenário, a cada dia surgem novas plataformas, novos aplicativos e novos recursos que prometem ajudar o gestor de RH nesse processo. Por isso, escrevemos este post: com ele, você aprenderá sobre a tecnologia na gestão de pessoas para escolher a ferramenta ideal para o seu negócio. Confira agora mesmo!

Entenda a necessidade da tecnologia na gestão de pessoas

Antes de citarmos quais são as novas tecnologias, precisamos conversar sobre a necessidade de trazê-las para o setor de recursos humanos: a inteligência artificial no RH surgiu para ajudar, com a automatização, o esforço humano a desempenhar o seu papel dentro das organizações.

Isso porque, a cada dia surgem novos desafios na área de gestão de pessoas e os profissionais precisam ser cada vez mais estratégicos e não podem perder tempo com trabalhos supérfluos e burocráticos.

O que acontecia antigamente no RH tradicional: os profissionais perdiam horas fazendo os relatórios (tudo de forma manual). Eles levavam muito mais tempo gerando o documento do que criando estratégias para a solução do problema.

Com as novas tecnologias na gestão de pessoas é possível fazer com que os softwares de gestão calculem rapidamente os relatórios com apenas alguns cliques — tais como taxa de absenteísmo, treinamentos, turnover, produtividade e demais indicadores que a sua empresa utiliza.

Percebeu a real importância? Isso significa que a inovação deve estar presente nas organizações que buscam prosperar no ambiente organizacional. Dessa maneira, a implementação de novas tecnologias na gestão de pessoas não surge para substituir o capital humano, mas sim, para somar recursos.

Sabendo que com processos automatizados o gestor de recursos humanos tem muito mais tempo para superar desafios maiores, podemos afirmar que o principal impacto da tecnologia na gestão de pessoas está na maneira como a empresa atua depois da implementação desses softwares de gestão.

Saiba quais são as principais ferramentas utilizadas

Existe uma infinidade de novos softwares de gestão de pessoas para você implementar na sua empresa. A seguir, vamos apresentar alguns deles. Confira!

Inteligência artificial

O RH se beneficia com a inteligência artificial porque ela facilita o momento de identificar um padrão de comportamento e também as principais tendências de melhoria, além de proporcionar maior controle sobre a satisfação dos funcionários. Por exemplo, você pode identificar o motivo das faltas e atrasos de alguns membros da equipe e propor melhorias.

No setor de recursos humanos podemos destacar três tipos de inteligência artificial: a biometria, os bots e automatizadores e os algoritmos:

  • biometria: reconhecimento facial e digital no relógio ponto;
  • bots e automatizadores: análise de dados da internet e redes internas da empresa;
  • algoritmos: análise de dados para tomada de decisões estratégicas.

Assim, o departamento de RH torna-se essencial na tomada de decisões da empresa, porque ele não é visto como um setor unicamente burocrático, mas sim, que avalia dados, apresenta gráficos e propõe soluções baseadas na realidade da empresa.

Realidade virtual

A realidade virtual impacta diretamente no dia a dia das organizações e na produtividade dos funcionários. Por exemplo, ela pode ser utilizada em reuniões para demonstrar um projeto em três dimensões do lançamento de um novo produto. Outro exemplo é quando um candidato a uma determinada vaga consegue fazer um tour virtual pela empresa — assim ele conhece-a e tem mais familiaridade antes mesmo de ser contratado.

Os chatbots também são exemplos de realidade virtual nas empresas, contudo, um dos setores em que ela mais se faz presente é nos treinamentos (sendo considerada uma tendência na área). Ela é utilizada para construir uma abordagem diferenciada e inovadora para que os funcionários se sintam mais interessados em participar dos cursos para aprimorar os seus conhecimentos.

Big Data

O Big Data é uma estratégia que analisa dados por meio da velocidade, volume, variedade, veracidade e valor. Assim, o Big Data para o RH é um conjunto de estratégias utilizadas para ajudar no desempenho dos times.

As soluções de Business Intelligence (BI) auxiliam no cruzamento das informações e para propor tomadas de decisões importantes baseadas em estatísticas. Por meio delas, é possível criar diversas estratégias para:

  • reter talentos;
  • reduzir os gastos da empresa;
  • contratar pessoas estratégicas;
  • ter mais qualidade na contratação de talentos;
  • melhorar a avaliação de desempenho da equipe;
  • diminuir os erros operacionais;
  • melhorar a metodologia de gestão de pessoas.

People Analytics

O People Analytics é uma das tecnologias na gestão de recursos humanos que coleta e analisa os dados referentes ao comportamento dos funcionários. Ele tem como objetivo auxiliar na tomada de decisões. Isso porque, a utilização de dados permite descobrir se os funcionários estão (ou não) satisfeitos, se eles se sentem produtivos e se gostam das suas tarefas rotineiras.

Para você ter uma ideia de como ele funciona, ele cruza os dados do funcionário, por exemplo:

  • histórico de navegação;
  • linguagem adotada em redes sociais;
  • registro de e-mails;
  • mensagens enviadas.

Na sequência, otimiza esses dados gerando uma análise que permite conhecer melhor a equipe e encontrar mecanismos para melhor organizá-la.

Essa tecnologia na gestão de talentos analisa o perfil comportamental e cria maneiras para reter talentos e otimizar o tempo de trabalho.

Gamificação

Outra tecnologia que está tomando conta das empresas é a gamificação: por meio dos jogos personalizados os funcionários aprendem a técnica e a prática de um novo conceito estabelecido pela empresa — ela está sendo muito utilizada nos treinamentos.

Outra ideia é para promover o espírito de equipe e a integração do time interno. Por meio do lúdico, os funcionários aprendem como devem se comportar no ambiente corporativo para gerar mais lucratividade para a organização e para se desenvolver pessoal e profissionalmente.

Algumas empresas ainda utilizam a gamificação para o setor comercial, quando implementa as metas de vendas, fazendo uma integração dos jogos virtuais com a realidade do negócio: as equipes que atingirem as metas recebem prêmios ou participam de mais programas de incentivo.

Internet das Coisas (IoT)

A Internet das Coisas é uma reunião de atividades diárias por meio da tecnologia dos computadores.

Certamente você já assistiu a algum filme ou conhece algum equipamento que utiliza a tecnologia para se comunicar — como é utilizado nas casas inteligentes, em que a pessoa pode ligar o ar-condicionado antes de chegar em sua residência, ou as cafeteiras que passam o café quando a pessoa aciona com o relógio.

A comunicação entre os dispositivos por meio da internet é uma tendência que está cada vez mais presente em nosso dia a dia e isso não é diferente no mundo corporativo. Eles podem ajudar a:

  • controlar o estoque;
  • avisar quando há a falta de alguma mercadoria;
  • melhorar a logística dos setores;
  • gastar menos tempo com reuniões;
  • identificar os gaps de competência.

Cloud

Cloud é a disponibilização de softwares via internet com uma infraestrutura compartilhada entre equipamentos e outros servidores. Ele também é uma das tendências que promete revolucionar o setor de recursos humanos.

A grande vantagem é que ele elimina a preocupação das empresas com relação à manutenção de hardware e instalação, porque o setor de tecnologia da informação (TI) fica responsável por isso.

SaaS

O SaaS é também é um software de serviço, muito semelhante ao Cloud: você contrata uma solução para o setor de recursos humanos e não se preocupa com a instalação e outros procedimentos (e problemas) técnicos.

Isso porque o software não precisa ser instalado em sua máquina: ele é acessado pela internet, via URL. Você precisa de um login e senha para entrar no portal.

Veja quais são as mudanças proporcionadas ao RH

Até aqui, você acompanhou sobre a importância da tecnologia na gestão de pessoas, além de conferir alguns exemplos práticos de sua aplicação no dia a dia empresarial.

A automatização é uma ferramenta inovadora que proporciona processos inteligentes de comunicação e relacionamento. Ela auxilia os profissionais na coleta e mensuração de dados e estatísticas, contudo, não substitui as estratégias baseadas no conhecimento humano. O que precisa ficar claro e evidente é que a tecnologia na gestão de pessoas surge para proporcionar melhorias significativas na rotina empresarial.

Os gestores precisam começar a ver a tecnologia na gestão de pessoas como um atributo para o crescimento da sua organização. Afinal, o mundo muda a todo instante e as empresas precisam se adaptar e aprender o significado da palavra “inovação”.

As tecnologias monitoram o cumprimento das metas, o progresso dos cursos e o desempenho dos funcionários. Essas atitudes economizam tempo e dinheiro das empresas, além de sair na frente da concorrência.

O RH precisa superar os seus desafios e saber aproveitar as oportunidades de atualização e especialização constante. Com a ajuda da tecnologia, ele constrói e mantém um ambiente de trabalho que proporciona saúde, bem-estar e qualidade de vida aos seus funcionários.

Dessa maneira, o RH precisa ser estratégico, deixando de lado o departamento operacional. Assim, ele se torna a chave para a transformação e sobrevivência da organização.

Conheça as principais vantagens de investir na tecnologia na gestão de pessoas

Você ainda está em dúvidas quanto ao investimento em novas tecnologias de gestão de pessoas? Confira quais são as principais vantagens!

Descentraliza as principais tarefas operacionais

Quando a sua empresa investe em tecnologias personalizadas, como vimos, faz com que o time de recursos humanos se torne mais estratégico e eficiente.

Por exemplo, imagine que uma empresa tenha 200 funcionários. Para que o salário de todos seja creditado em suas respectivas contas ao final do mês, é essencial que os dados pessoais estejam atualizados, certo?

Então, se a cada vez que um funcionário trocar de endereço, precisar incluir algum dependente no plano de saúde ou até mesmo trocar o número da sua conta, ele precisar comparecer ao setor de RH para atualizar o cadastro, e precisamos de uma pessoa apenas para isso, você concorda?

Agora, pense que cada funcionário tem um login e senha de uma plataforma e que ele mesmo pode entrar a qualquer momento para atualizar os seus dados, conferir o dia do pagamento e também ler as principais notícias de comunicação interna. Certamente isso ajuda (e muito) na sua rotina, não é?

Isso é o que chamamos de descentralização de tarefas do setor de recursos humanos.

Aumenta a eficiência do setor de recursos humanos

Encontrar o funcionário ideal para preencher determinada vaga na empresa é uma tarefa muito complexa. Principalmente porque quando há o seu anúncio nas mídias sociais, inúmeros currículos são enviados por e-mail, fazendo com que a triagem e seleção demorem muito tempo.

Do contrário, quando você investe na tecnologia na gestão de pessoas, é possível encontrar o talento ideal em poucos minutos. Isso porque, os softwares cruzam o perfil do candidato com os objetivos da vaga e a cultura organizacional, avaliando o que você considerar importante, por exemplo:

  • experiências;
  • qualidades e defeitos;
  • dificuldades;
  • dados pessoais;
  • cursos e treinamentos.

Além disso, você pode integrar ao processo seletivo algum teste técnico ou psicológico e receber por e-mail o resultado dos candidatos — isso reduz os gastos porque um sistema automatizado permite obter resultados de qualidade com menos esforço.

Promove o desenvolvimento de pessoas

As plataformas de tecnologia na gestão de pessoas têm diversas informações sobre os funcionários e também sobre o seu desempenho. Assim, é possível identificar se ele está (ou não) sendo produtivo.

Em caso negativo, é possível avaliar os motivos, por exemplo, falta de treinamento. Dessa maneira, a empresa pode propor ações que facilitem o dia a dia do funcionário e possam desenvolvê-lo, treinando-o para atingir os objetivos da empresa.

Aperfeiçoa a comunicação interna

As pessoas gostam de trabalhar em um ambiente em que todos os funcionários se dão bem. Isso cria um clima produtivo e harmonioso. Para isso, a comunicação interna precisa funcionar sem ruídos.

O setor de recursos humanos, em parceria com o de comunicação ou marketing, determinam os principais canais para a troca de informações entre funcionários e gestores, de uma maneira em que essa comunicação seja eficiente.

Newsletter, mural, jornal interno, eventos de integração: todos esses são exemplos para promover a troca de informações. Contudo, nada melhor do que investir em uma plataforma que, além de ajudar o setor de RH em suas demandas, ainda facilita a comunicação interna.

Esses canais integram os e-mails, aplicativos de mensagens, avisos, a agenda, o chat e outros recursos, centralizando a comunicação em uma única plataforma segura e eficaz.

Por meio da tecnologia na gestão de pessoas é possível ainda reduzir os custos com reuniões presenciais, já que essas reuniões podem ser feitas por videoconferência ou até mesmo por chamadas de áudio — evitando gastos de tempo e deslocamento.

Proporciona mais segurança das informações

Por mais que haja a orientação de que os funcionários não devem tratar de assuntos profissionais em seus perfis pessoais na internet (seja em mídias sociais ou WhatsApp), é inevitável que, se algum assunto ficou inacabado, eles troquem informações nesses meios.

Essa atitude pode corromper a segurança de dados da empresa e prejudicá-la. Por isso, se os funcionários têm uma plataforma específica para a comunicação interna, fica muito mais fácil centralizá-la e garantir a segurança digital das informações.

Investir em tecnologia na gestão de pessoas é fundamental para proteger esses dados e evitar problemas referentes aos processos trabalhistas e também evita que a concorrência fique sabendo das suas estratégias.

Além disso, os softwares são seguros e têm antivírus e firewalls necessários para proteger toda e qualquer integridade dos dados. Isso evita um possível ataque cibernético e invasão de sistema. Outra vantagem é que eles têm backups periódicos, evitando que os dados sejam perdidos ou removidos com as intempéries.

Veja como definir as ferramentas mais adequadas para sua gestão

Se você nos acompanhou até aqui, certamente deve estar se questionando: diante de tantas possibilidades, como eu sei qual é a melhor ferramenta para a minha empresa? Se você tem essa dúvida, fique tranquilo! Vamos ajudar a solucioná-la. Confira!

Defina as necessidades

Criar uma cultura digital na empresa não deve acontecer da noite para o dia. Isso porque, como citamos, existem diversas plataformas que possibilitam ajudar o setor de recursos humanos. Por isso, o primeiro passo é mapear:

  • quais são as principais dificuldades do setor;
  • em quais etapas do trabalho o gestor perde mais tempo;
  • o que poderia facilitar na rotina do RH;
  • quanto tempo (e dinheiro) o RH perde executando tarefas que poderiam ser automatizadas.

Essas primeiras questões são importantes para refletir sobre quais são os melhores programas para a sua empresa.

Avalie todas as possibilidades da ferramenta

Com este post, você conheceu algumas ferramentas de tecnologia na gestão de pessoas. Contudo, certamente você avaliou na internet inúmeras possibilidades. Por isso, o segundo passo é avaliar todas as variedades da ferramenta.

Converse com o desenvolvedor e identifique se a plataforma atende às suas expectativas, afinal, de nada vai adiantar ser um software maravilhoso se não suprir as suas reais necessidades, certo?

Busque por indicações

Converse com outras pessoas que já implementaram o software em sua empresa, veja como é o atendimento da empresa no pós-vendas e também se ele funciona corretamente e supre as reais demandas do dia a dia.

Peça para a empresa indicar quem são os seus clientes e não fique envergonhado em fazer uma ligação para trocar uma ideia sobre a implementação.

Veja se o software tem certificação

Confira se o desenvolvedor da plataforma de tecnologia na gestão de pessoas tem as certificações de qualidade feitas por instituições reconhecidas. Essa é a garantia de que o sistema é de qualidade e não vai parar de funcionar depois da sua implementação.

Existem diversas certificações no mercado e elas são feitas para mostrar o que o órgão responsável controla e evidencia. Alguns exemplos são: MPBS-BR (modelo brasileiro criado com base no CMMI), CMMI (criada nos Estados Unidos) e o ABNT NBR ISO/IEC 29110-4:2012 (criado para micro empresas).

Analise a reputação online da empresa

Veja se a empresa desenvolvedora tem uma boa reputação online: analise se ela investe no marketing digital para conquistar clientes. A empresa precisa ter um bom engajamento com o seu público, uma boa taxa de resposta e uma boa avaliação nas suas mídias sociais. Afinal, se ela quer apresentar uma solução em tecnologia na gestão de pessoas, nada melhor do que saber utilizá-la para atrair e fidelizar os seus clientes.

Teste a plataforma

Verifique se é possível testar a plataforma para você ter a certeza de que é a ideal para o seu negócio. Analise se ela tem integração com o seu software atual (ou se você vai precisar cadastrar todos os dados novamente) e se ela é simples e fácil de ser manuseada.

Ela deve proporcionar uma boa experiência do usuário, porque todas as pessoas precisam conseguir mexer nela facilmente e por intuição, ou seja, precisa ter uma ordem lógica de abrir, fechar, minimizar e gerar os documentos.

A plataforma também precisa ter a função de personalização: inserir o logotipo e os demais materiais de identidade visual da sua empresa. Veja se ela gera todos os relatórios completos e customizados.

Investir na tecnologia na gestão de pessoas é fundamental para o crescimento da sua organização. Ela traz não somente resultados financeiros, mas economia de tempo e outros recursos. Além disso, proporciona oportunidades para a gestão de pessoas, tornando os funcionários do RH mais estratégicos e menos operacionais.

Com este post, você aprendeu um pouco mais sobre a tecnologia na gestão de pessoas. Se você gostou das dicas apresentadas, provavelmente vai querer saber mais também sobre a nossa empresa e as nossas soluções para o seu negócio. Entre em contato agora mesmo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *