Tire suas principais dúvidas sobre gestão por competência

Tempo de leitura: 6 minutos

Cada pessoa tem as suas próprias habilidades e competências, e elas precisam estar em sintonia com o cargo exercido dentro da organização. Dessa maneira, a gestão por competência nada mais é do que observar essas pessoas, desenvolvê-las e promover os talentos que mais se destacam.

Essa estratégia é importante dentro dos negócios porque avalia o conhecimento, as habilidades e as atitudes (CHA) de cada membro da equipe. Para isso, é necessário analisar as atitudes do funcionário, avaliá-las (de acordo com padrões mensuráveis) e por fim, desenvolvê-las.

Quer tirar as suas principais dúvidas sobre esse assunto? Então, continue a leitura e entenda tudo sobre a gestão por competência!

Qual é a importância da gestão por competência?

Cada profissional tem uma experiência e uma vivência diferente e, para que a equipe trabalhe com o objetivo de atingir os objetivos da empresa, é necessário criar ações estratégias para integrar essas diferentes experiências e vivências em prol do sucesso organizacional.

gestão por competências entra nesse cenário, pois, em um primeiro momento, observa quais são as competências e habilidades de cada profissional. Certamente isso é avaliado desde o primeiro contato que ele tem com a empresa (na entrevista) e essa tarefa se estende por toda a sua trajetória profissional.

Ao fazer isso, o líder tem informações ricas que ajudam a mapear o setor de maneira estratégica por meio da gestão de competência. Isso significa que ele precisa avaliar se cada funcionário está desempenhando o seu trabalho da maneira esperada e, caso contrário, identificar em quais aspectos a empresa precisa melhorar para ajudá-lo a se desenvolver.

Assim, ela é importante para:

  • reduzir o turnover e absenteísmo;
  • evitar substituições profissionais;
  • manter os funcionários motivados;
  • identificar quais são os treinamentos necessários;
  • promover uma gestão eficaz.

Quais são os principais benefícios do investimento?

Ao investir na gestão por competência, saiba que essa estratégia traz diversos benefícios para a sua empresa. Confira alguns deles abaixo!

Cria um plano de carreira justo

Ao implementar uma cultura de competências e habilidades de acordo com o cargo ou função do funcionário, fica muito mais fácil criar um plano de carreira justo e coerente. Isso porque é muito natural que aconteçam duas situações constantes:

  1. promoções sem fundamentos e embasamentos;
  2. falta de promoção de funcionário merecedor.

Desenvolve o potencial do funcionário

O capital humano é um dos recursos mais importantes dentro de uma empresa. A organização depende da motivação e da produtividade dos seus funcionários para crescer no cenário competitivo atual.

Por isso, apostar na gestão por competência otimiza o investimento de capacitação profissional, explorando o potencial de cada membro da equipe. Assim, é possível identificar quais são os talentos que precisam de treinamentos, cursos ou, até mesmo, novos instrumentos para desempenhar melhor o seu trabalho.

Nesse aspecto, encontramos outro constante problema que acontece nas organizações: a empresa investe em um treinamento quando, na verdade, o colaborador não está satisfeito com ela. Assim, o funcionário não vai aplicar os conhecimentos aprendidos no curso, tampouco aproveitar o investimento.

Por esse motivo, é extremamente importante avaliar quais são os talentos que estão empenhados em fazer a diferença dentro da organização. Somente assim é possível criar estratégias de crescimento para quem realmente tem interesse e vontade de crescer.

Proporciona mais foco e comprometimento

É natural que, na correria do dia a dia, existam alguns momentos em que os funcionários percam o foco. Porém, isso resulta em prejuízos para a empresa e cria um ambiente sem produtividade.

Por isso, ao investir na gestão por competência é possível induzir os funcionários a terem mais qualidade nas suas atividades, já que sabem que serão recompensados de alguma maneira.

Além do mais, quando percebem que a empresa enxerga valor em suas atividades, há uma considerável melhoria na autoestima e satisfação dos colaboradores, o que resulta em uma maior produtividade e motivação de toda a equipe.

Quais são as fases de implementação?

Implementar o sistema gestão por competência dentro da empresa não é uma tarefa complicada. Contudo, é preciso muito planejamento estratégico e conhecimento na área. Veja quais são as quatro principais fases:

  • Mapeamento: analisar quais são as competências necessárias para cada cargo com base na realidade da empresa e em uma pesquisa mercadológica;
  • Avaliação: avaliar o desempenho de cada funcionário com relação às competências que são necessárias para o cargo exercido;
  • Desenvolvimento: com base na avaliação, identificar o que cada funcionário precisa para desenvolver melhor as suas habilidades, promovendo os treinamentos e recursos necessários;
  • Monitoramento: o setor de Recursos Humanos é responsável por fazer a mensuração dos resultados avaliando os efeitos do processo de desenvolvimento dos funcionários e o que é necessário melhorar e aperfeiçoar.

Qual é o papel do RH no desenvolvimento da gestão por competência?

O setor de RH das empresas tem um papel fundamental na gestão por competências, porque é ele que identifica e promove as principais capacidades e habilidades nos funcionários. Confira alguns dos seus papéis nesse cenário:

  • faz o mapeamento das competências de cada funcionário;
  • seleciona as competências fundamentais para cada cargo;
  • avalia as habilidades de cada membro do time;
  • cria um plano de cargos e salários justo;
  • define o perfil CHA de cada cargo;
  • sustenta os planos de carreira;
  • reduz os problemas de promoções indevidas;
  • enriquece o perfil dos funcionários;
  • potencializa os resultados;
  • direciona os funcionários a alcançarem resultados satisfatórios;
  • promove a cultura da empresa;
  • cria oportunidades de crescimento;
  • determina quais são os treinamentos que trazem mais retorno;
  • garante a retenção de talentos;
  • implementa um processo de recrutamento e seleção muito mais assertivo.

A gestão por competência é baseada nos conhecimentos, habilidades e atitudes dos colaboradores. É por meio dela que é possível criar um clima produtivo e otimizado. Isso porque, quando os funcionários percebem que há o investimento no seu potencial, tendem a trabalhar mais motivados e, consequentemente, isso resulta em lucratividade para a organização.

Neste post, você tirou as suas principais dúvidas sobre a gestão por competência. Agora, que tal aprender mais sobre a mensuração de resultados em RH, conferindo quais são os 6 indicadores de produtividade que o RH precisa acompanhar? Boa leitura e até o próximo post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *