Gestão de carreira: o que você precisa saber para alcançar o sucesso

Tempo de leitura: 18 minutos

Em um mercado cada vez mais competitivo, conhecer os próprios diferenciais e saber como mostrá-los para as empresas é fundamental para ter sucesso no trabalho. Nesse cenário, quem faz gestão de carreira sai na frente dos concorrentes, pois ganha mais controle sobre a vida profissional, sabe aonde quer chegar e o que fazer para alcançar seus objetivos.

Mas do que se trata exatamente a gestão de carreira? Como colocá-la em prática de forma eficiente? Quais resultados podem ser alcançados? Para responder a essas perguntas, montamos este guia com tudo o que você precisa saber para ser o protagonista da própria história. Confira as dicas a seguir e garanta seu sucesso!

O que é gestão de carreira

Gestão de carreira consiste em uma série de ações planejadas visando o futuro profissional. Entre os desafios da prática, estão a definição de objetivos e o desenvolvimento contínuo de competências alinhadas a essas metas. Ademais, é preciso criar estratégias para que suas experiências e habilidades se destaquem no mercado, além de trabalhar para minimizar as próprias fraquezas.

Com tantos fatores envolvidos, gerenciar a carreira de forma eficaz não é tarefa fácil. No entanto, quem consegue traçar um bom planejamento acaba atingindo seus objetivos de forma muito mais rápida, já que desvenda todos os atalhos do crescimento profissional.

Em outras palavras, praticar a gestão de carreira é ir na contramão do que a maioria faz. Em vez de apenas ir trocando de emprego sem muito foco e priorizando o salário, você se torna consciente dos seus passos e sabe a hora certa de buscar novas oportunidades.

Para talentos com essa mentalidade, o que realmente importa são os desafios e aprendizados obtidos em cada fase profissional. A melhora na remuneração acaba sendo consequência de um trabalho consistente e de qualidade. Quanto mais diferenciado for o profissional, maior será sua atratividade para grandes empresas e o reconhecimento por seus resultados.

Como fazer uma gestão de carreira eficiente

Para gerenciar a carreira de forma eficiente, é fundamental colocar em prática algumas ações específicas, bem como mudar a forma de pensar em determinadas situações. Confira mais detalhes sobre essas atitudes a seguir.

Não transfira a responsabilidade

Grandes empresas costumam oferecer benefícios para funcionários, como planos de carreira e orientações para auxiliar o desenvolvimento dos seus colaboradores. Por esse motivo, muita gente pensa que a gestão de carreira é papel das organizações. No entanto, isso é um erro.

Por mais que esse tipo de política seja útil para a evolução profissional, quem deve estabelecer os objetivos e os passos a serem seguidos é você. Ao assumir essa responsabilidade, você mostra ao mercado que é um profissional que sabe o que faz e o que quer conquistar.

Obviamente, se a empresa na qual você trabalha oferecer um plano estruturado de cargos e salários, faça de tudo para tirar o melhor proveito disso. Fique atento à cultura do feedback, para descobrir quais competências precisa aprimorar e procure sempre superar as metas estabelecidas pelos seus gestores. Aliadas ao seu planejamento pessoal, essas atitudes certamente vão acelerar sua ascensão dentro da organização.

Em meio a tantas decisões importantes, é natural que apareçam dúvidas. Se isso acontecer, recorra a um coach de carreira. Esse profissional ajudará no processo de autorreflexão e planejamento, evitando erros que poderiam atrasar a sua evolução. Não há nada de errado em procurar ajuda. Só não vale se isentar de responsabilidade e esperar outras pessoas gerenciarem sua carreira por você.

Busque autoconhecimento

Buscar autoconhecimento é um passo extremamente importante na gestão de carreira. Só assim você será capaz de descobrir seus talentos, defeitos, saber o que quer e aonde pode chegar.

Uma boa ferramenta para organizar essa reflexão é a análise SWOT. Normalmente usada para avaliação de cenário de empresas de diversos portes, a matriz pode ser adaptada para o planejamento de carreira de qualquer profissional.

O nome SWOT é um acrônimo em inglês para Forças (Strengths), Fraquezas (Weaknesses), Oportunidades (Opportunities) e Ameaças (Threats). Reserve um tempo, reflita com calma e coloque no papel os principais aspectos da sua carreira que podem ser incluídos nessas categorias.

Em Forças e Fraquezas, devem ser analisadas suas características pessoais e profissionais. Quais são suas competências técnicas? E as principais habilidades comportamentais? Os pontos a melhorar também precisam ser incluídos. Tenha autocrítica e não deixe nenhuma falha de fora, por mais que elas sejam dolorosas de assumir. Isso será essencial para o seu crescimento.

Já os quadrantes de Ameaças e Oportunidades não têm a ver com você, mas sim com o cenário no qual está inserido. Toda área de atuação apresenta boas chances de crescimento, como lacunas que ainda não foram preenchidas ou abundância de vagas de emprego em determinado setor, entre outros fatores.

Por outro lado, também existem pontos negativos que devem ser enfrentados, como mercado em declínio ou saturação de profissionais. Identifique essas características na sua profissão e elabore um plano para tirar o melhor proveito das oportunidades e escapar das ameaças. Ao fazer isso, você sairá na frente da maioria dos concorrentes.

Faça um planejamento

O planejamento é o principal passo da gestão de carreira. É por meio dele que o profissional define quais são seus objetivos e quais ações colocará em prática para alcançá-los. Esse plano não é rápido nem fácil de ser traçado, portanto, invista alguns dias para pensá-lo da forma mais completa possível.

É importante definir metas de curto, médio e longo prazos, que estejam alinhadas com seus objetivos financeiros, profissionais e pessoais. Para isso, planeje onde quer estar daqui a um ano, três anos e cinco anos de forma bem detalhada: quanto quer ganhar, onde quer estar trabalhando, qual será seu cargo e outros aspectos que julgar importantes.

Tenha em mente que essas metas precisam ser realistas. Isso não significa que você não deve sonhar alto, mas sim dividir os sonhos em pequenas etapas possíveis de serem cumpridas. Isso evita frustrações e insatisfação. Pelo contrário, perceber que sua carreira está evoluindo de forma gradual e sólida deixará você ainda mais motivado.

Com os objetivos resolvidos, elabore um plano de ações para atingi-los. Faça uma lista dos cursos que precisará fazer, dos relacionamentos que precisará construir e dos eventos dos quais precisará participar. A seguir, defina quais experiências estão faltando no seu currículo e busque meios para conquistá-las.

É essencial estipular prazos para a realização de cada etapa. Sem isso, seu planejamento será apenas uma lista de objetivos e atividades que dificilmente serão cumpridos. Ao definir um tempo certo para cada atividade, você consegue gerenciar sua carreira com muito mais eficiência.

Outra medida importante para ajudar a manter o foco é ter o Plano de Carreira documentado. Se você deixar as ideias apenas na sua cabeça, muitas delas se perderão. Para evitar que isso aconteça, elabore um arquivo para consultar sempre que necessário. Ele será seu norte e seu maior aliado para os momentos de dúvidas e dificuldades.

Estude o mercado

Saber como o mercado funciona é fundamental para definir ações eficientes para alcançar seus objetivos. Sem esse conhecimento, pode acontecer de você investir tempo em atividades que talvez não sejam as melhores para crescer na sua área de atuação, atrasando a evolução da sua carreira.

Por isso, procure conhecer as rotinas da sua profissão, como o dia a dia de trabalho, a dinâmica das entrevistas de emprego e o tipo de relacionamento que deve ter com pares e gestores. Esse será um atalho importante para moldar seu comportamento em diversas situações.

Outro ponto essencial é a atualização profissional. Esteja sempre ligado nas tendências do mercado para manter o alto nível de atuação, entregando soluções inovadoras e alinhadas com o incentivo à criatividade no ambiente de trabalho. Para isso, é preciso ficar de olho nas notícias e nas novas tecnologias, além de buscar informação em cursos, livros e outros tipos de conteúdo.

Faça networking

Uma boa gestão de carreira não existe sem o networking. Desenvolver a rede de relacionamentos é a chave para se tornar ativo e relevante no mercado. É preciso estar disposto a conhecer pessoas, fazer contatos e estreitar laços, oferecendo ajuda e informações sem esperar nada em troca.

Sua rede pode começar com colegas de trabalho e gestores, mas não deve parar por aí. Mantenha contato com ex-colegas de classe, professores, gente que já trabalhou com você e até mesmo pessoas que ainda não conhece, mas estão na mesma área de atuação.

Hoje, existem diversas formas de fazer isso. Uma das principais é o LinkedIn. A rede social profissional já conta com mais de 500 milhões de usuários no mundo todo e é uma ótima oportunidade para fazer networking e fechar negócios.

A ferramenta conta com recursos para anúncio de vagas, indicação de colegas para oportunidades de emprego e até recomendações por escrito, que são muito úteis para avaliar o perfil de um candidato por meio das opiniões de quem já conviveu com ele.

Outra boa tática é participar de eventos como conferências, palestras e workshops. Neles, estão as melhores chances de conhecer gente nova pessoalmente e ampliar seus contatos profissionais. Perca a timidez, faça alguns cartões de visitas a esteja pronto para trocar experiências com muita gente boa do mercado. Você só tem a ganhar com esse tipo de atitude.

Um erro cometido por muitos profissionais é fazer networking apenas quando se está buscando um novo emprego. Ao fazer isso, você não está se tornando um talento de destaque — está apenas pedindo ajuda.

Construir relacionamentos vai muito além disso. É estar presente em discussões, ajudar a educar o mercado e estar disposto a oferecer apoio a quem quer que se seja. Dessa forma, você ficará marcado na memória das pessoas e, com certeza, será o primeiro a ser lembrado quando surgir uma boa oportunidade de trabalho ou negócios.

Invista em marketing pessoal

Ser um bom profissional é primordial para alcançar o sucesso, mas a gestão de carreira só funciona se você conseguir mostrar o seu talento para os outros. Você pode ser a maior revelação da sua área em décadas, mas de nada adiantará se ninguém souber disso. Portanto, toda a sua comunicação com o mercado deve ter foco nos resultados que você gera e em construir uma imagem positiva.

Isso inclui a forma como redige seu currículo, o conteúdo das suas conversas com outros profissionais e até a maneira como conduz suas redes sociais, desde as postagens até as fotos. No LinkedIn, é importante ter uma imagem de perfil que transmita competência e leveza, além de publicar informações relevantes sobre sua área de atuação.

Em redes sociais pessoais, como Facebook e Instagram, apenas preocupe-se em não fazer postagens polêmicas e nem publicar fotos comprometedoras. Apesar de não terem um viés profissional, esses canais são amplamente acessados por recrutadores para avaliar o perfil dos candidatos, e já foram gatilho de diversos casos de demissões nos últimos anos.

Vale ressaltar que essa imagem positiva perante o mercado deve ser construída apenas com informações verdadeiras e possíveis de comprovar. Muita gente aumenta as próprias conquistas ou divulga mentiras para se vangloriar de cargos, experiências e resultados falsos. No entanto, não costuma demorar muito para isso se tornar uma grande dor de cabeça.

Empresas com boas equipes de recrutamento conseguem descobrir a verdade com facilidade, o que destrói a credibilidade de pessoas com essa atitude. Além disso, em determinados mercados, todo mundo se conhece e as informações giram rápido. Isso significa que um passo em falso pode comprometer a empregabilidade de uma pessoa em um piscar de olhos.

Outra boa dica é criar conteúdo online. Muitos profissionais criam blogs, onde postam suas trajetórias, experiências e dicas importantes sobre a rotina da sua área de atuação. Isso ajuda a criar uma marca no mercado e ser lembrado como expert nos assuntos que domina.

Basta ter algo relevante para transmitir e desenvolver a habilidade de comunicação para começar a divulgar seus próprios conteúdos. Além de artigos, é possível gravar vídeos, podcasts e até investir em materiais mais exclusivos, como e-books e palestras.

Tenha persistência e foco

Mesmo fazendo uma boa gestão de carreira, você certamente encontrará muitos obstáculos pelo caminho. Por isso, seja persistente. Não conquistar um objetivo na primeira tentativa não significa que ele seja impossível. Por mais que tenha seguido seu plano à risca, existem muitas situações que não dependem só de você.

Não passar naquela entrevista para o emprego dos seus sonhos ou não conseguir fechar um negócio importante são só alguns exemplos desse tipo de situação. São muitas variáveis envolvidas, então, não se culpe e, principalmente, não desanime. Oportunidades ainda melhores aparecerão muito antes do que você espera.

Caso esteja enfrentando muitas dificuldades para realizar suas metas, revise e ajuste seu planejamento. Verifique o que não deu certo e busque fazer algo diferente das próximas vezes. É assim, com um passo de cada vez, que você conseguirá cumprir todos os seus objetivos com sucesso.

Outra dica importante: tenha foco. Seja fiel ao que definiu desde o começo, evite modismos e priorize seus objetivos. No meio do caminho, podem surgir propostas que não sejam condizentes com suas metas. Nesses casos, o melhor a se fazer é dizer “não”, por mais tentadora que a oferta pareça. Muitas vezes, a parte mais difícil de gerenciar a carreira não é saber quando fazer algo, e sim saber quando não fazer.

A influência da gestão de carreira para o desenvolvimento profissional

São muitas as vantagens da gestão de carreira para o desenvolvimento profissional. Quem se planeja adequadamente se diferencia dos demais pela maturidade e consciência que demonstra ao decidir os próximos passos.

Isso requer uma análise criteriosa de contexto e a capacidade de traçar um projeto de vida em longo prazo, com total perspectiva do futuro. Inclusive, os benefícios de cuidar da vida profissional não param por aí. Confira alguns deles a seguir.

Aprendizado constante

Como vimos anteriormente, estudar e se manter atualizado é um dos principais passos de um bom plano de carreira. Portanto, o aprendizado obtido é uma das maiores vantagens de se preocupar com a gestão da vida profissional. É por meio do conhecimento que você se tornará um talento mais completo e preparado para entregar soluções de alto nível para a empresa em que estiver atuando.

Além disso, o próprio ato de gerenciar a carreira já oferece um grande aprendizado. Afinal, a prática requer que o profissional desenvolva habilidades de planejamento, tomada de decisões, definição de prioridades e cumprimento de prazos. Todas essas competências são primordiais no dia a dia de trabalho, sobretudo, para talentos que almejam cargos de liderança.

Minimizar erros

Fazer gestão de carreira é a melhor forma de minimizar a quantidade de erros cometidos na trajetória profissional. Isso acontece porque cada passo é planejado previamente, o que evita que a pessoa tome decisões por impulso ou sem fazer uma avaliação completa do cenário. Dessa maneira, é mais fácil saber quando é a hora de trilhar novos caminhos ou de permanecer onde está por mais um tempo.

No entanto, apesar de diminuir a probabilidade de falhas, o planejamento não oferece 100% de garantia de que elas não acontecerão. Gerenciar a carreira apenas fará com que a correção de rota seja mais rápida e certeira quando ocorrerem situações indesejadas ou inesperadas.

Em suma, quem é dono da própria trajetória erra menos. E, quando erra, tem muito mais facilidade para corrigir.

Maior empregabilidade

Quem faz gestão de carreira aumenta sua empregabilidade, ou seja, as chances de conseguir novas oportunidades ou recolocação no mercado de trabalho quando necessário. Ao cuidar da sua rede de contatos e mostrar seus resultados para outros profissionais, você se torna mais relevante para a sua área de atuação e mais desejado pelas empresas.

Por outro lado, pessoas que não se preocupam com marketing pessoal e planejamento de carreira podem sofrer para encontrar boas oportunidades. A falta de ascensão e reconhecimento gera frustração e desmotivação, o que dificulta ainda mais o crescimento profissional.

Tranquilidade na vida profissional

O profissional que gerencia sua carreira mantém a motivação em alta mesmo em períodos de recessão ou escassez de projetos. Em casos de desemprego, ele aproveita o tempo livre para produzir trabalho intelectual, estudar e intensificar o networking, retornando muito mais forte para o mercado de trabalho.

Tanta tranquilidade se deve à sensação de estar no controle dos próprios passos. Ao assumir o protagonismo da própria trajetória, o profissional ganha mais confiança em si mesmo e passa a ter certeza de que conseguirá o sucesso que deseja. Basta manter o foco e seguir o caminho planejado.

Além disso, o plano de carreira ajuda a perceber que o presente é apenas uma etapa para algo maior. Quando as coisas não estão indo tão bem, o pensamento que predomina é o de que tudo está acontecendo no tempo certo, e que a situação atual é necessária para a conquista de outros objetivos. Isso diminui a ansiedade e ajuda a encarar as dificuldades com um mindset mais positivo.

Trabalhar em empresas que combinam com seu estilo

Ao buscar autoconhecimento, você acaba descobrindo qual é o seu estilo de trabalho e procura atuar em empresas que combinem com seu perfil. Por exemplo: um profissional que preza pela organização dificilmente se dará bem em um local sem processos de trabalho bem definidos. Da mesma forma, pessoas que preferem ambientes colaborativos não terão bom rendimento em locais que estimulam a competição agressiva entre os funcionários.

Portanto, se você conseguir identificar suas próprias características e buscar organizações com a cultura adequada, conquistará uma vida profissional muito mais feliz e produtiva. Do contrário, apenas gastará energia com rotinas estressantes e sem utilidade alguma para seus objetivos de carreira.

Atualmente, é fácil descobrir quais são os valores e processos de trabalho adotados pelas empresas. Muitas organizações fazem questão de divulgar amplamente suas culturas a fim de atrair os talentos certos. Além disso, existem sites de avaliações de empresas, nos quais os funcionários descrevem os pontos positivos e negativos do dia a dia de trabalho.

Chegamos ao fim do nosso guia de gestão de carreira! Agora que você já sabe o que fazer para garantir seu sucesso profissional, basta traçar um plano e colocá-lo em prática. Reflita bem sobre seus sonhos e desejos, pense no que pode fazer para alcançar suas metas e coloque tudo no papel. Temos certeza de que você colherá os resultados rapidamente. Mãos à obra!

Gostou do artigo? Não se esqueça de assinar a nossa newsletter. Assim, você receberá diretamente no seu e-mail muito mais conteúdo útil para sua vida profissional!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *