Erros na liderança corporativa: conheça os mais comuns

Tempo de leitura: 6 minutos

O líder exerce um papel fundamental no desenvolvimento e crescimento profissional de seus colaboradores. Porém, para atuar com sucesso é necessário evitar os erros na liderança corporativa, visto que eles podem causar uma autossabotagem.

Por isso, é importante saber atrair e conquistar pessoas para que elas se esforcem em executar as suas tarefas, melhorem sua produtividade e trabalhem satisfeitas com o resultado obtido.

Para ajudá-lo a entender quais são os erros mais comuns cometidos pela maioria dos líderes, reunimos e explicamos alguns deles. Confira e descubra como evitá-los na sua gestão.

Não delegar e nem assumir tarefas

Muitos líderes não se sentem confortáveis e seguros para delegar tarefas aos seus colaboradores. Por isso, acabam acumulando muitas atividades e descumprindo prazos, prejudicando a sua imagem dentro da empresa.

Quando surgem os resultados negativos, não procuram assumir a responsabilidade para si. Ao invés disso, tentam procurar um culpado para a situação e não conseguem enxergar os problemas existentes dentro do seu grupo.

Se permitir delegar funções é ter a oportunidade de desenvolver as habilidades da sua equipe, conhecer melhor as pessoas que trabalham com você e de fazer a correta gestão de pessoas. Além de permitir que você tenha mais tempo para se dedicar às tarefas que exigem a sua presença.

Não conhecer os seus colaboradores

Mesmo passando mais tempo com os seus colaboradores do que com a sua família, muitos líderes não se mostram dispostos a conhecê-los. Por isso, não conseguem identificar quando um colaborador está enfrentando alguma dificuldade ou não sabe executar uma determinada tarefa.

Conhecer sua equipe é saber o melhor momento para tratar de assuntos delicados com ela, ter argumentos fortes para reconhecê-la, valorizar o trabalho de cada um e administrar conflitos, quando necessário.

O resultado disso é uma equipe coesa, motivada e engajada a buscar os resultados propostos pela empresa. Portanto, é fundamental que o líder se proponha a conhecer um pouco cada funcionário.

Não aplicar feedback

Talvez por insegurança ou por não se sentirem à vontade, alguns gestores não realizam feedbacks com seus colaboradores. Isso pode ser entendido como um erro gravíssimo, já que a ferramenta é fundamental para o bom funcionamento dos negócios.

O funcionário que não tem retorno sobre o seu desempenho, não consegue executar as suas tarefas de forma adequada, prejudicando a sua produtividade e refletindo nos resultados. O líder como responsável precisa direcionar e desenvolver esse colaborador.

O feedback precisa ser feito continuamente, destacando as boas práticas que resultaram em conquistas e reforçando os pontos que precisam ser melhorados. O gestor precisa se mostrar disposto a encontrar a melhor solução junto com o colaborador.

Não ter humildade e agir com autoridade

O maior erro de um profissional é manter a postura de chefe e não de um líder, usando do autoritarismo para impor a sua opinião. Essas pessoas não estão interessadas em ouvir seus colaboradores e entendem que devem mandar porque detêm o poder.

Um chefe que age dessa forma nunca terá o respeito de seu funcionário porque muitos vão apenas temê-lo. Para a empresa, manter um gestor que tenha esse perfil só faz prejudicar o clima organizacional e desmotivar os colaboradores.

Portanto, é importante que o líder seja flexível, que saiba ouvir os funcionários, que dê espaço para cultivar o bom relacionamento dentro da sua equipe. Dessa forma, você terá mais facilidade para influenciar, estimular e engajar as pessoas.

Não saber administrar conflitos

Os conflitos sempre vão surgir dentro das empresas, uma vez que os relacionamentos se dão entre pessoas que têm diferentes personalidades. Quando um líder não sabe administrá-los, há grandes chances de isso atrapalhar na execução das tarefas da sua equipe.

Uma equipe que não se entende, em que impera a briga de egos e que todos ficam o tempo inteiro disputando entre si sem nenhuma interferência tem o seu desempenho afetado, prejudicando a produtividade.

O líder precisa estar presente para avaliar a situação, ouvir as partes e encontrar soluções. Com isso, o relacionamento tende a melhorar, proporcionando um ambiente de trabalho mais saudável e uma equipe mais motivada para alcançar bons resultados.

Não compartilhar objetivos e resultados com a sua equipe

Não há nada mais frustrante do que ver a sua equipe sem saber o que deve ser feito. Pois bem! A postura de muitos líderes é de não compartilhar com os seus liderados o que a empresa espera deles, impossibilitando que muitos participem dos resultados e conquistas.

Quando um gestor recebe as metas que precisam ser cumpridas, é responsabilidade dele compartilhá-las com a sua equipe e explicar qual é o papel de cada um, já que todos precisam se esforçar para alcançá-las.

Se tiverem bons resultados, comemore com seus colaboradores e informe o quanto cada um contribuiu com o seu trabalho. Se os objetivos não foram alcançados, é o momento de sentar com a equipe e pontuar quais foram as dificuldades enfrentadas por ela.

Não ser um modelo a ser seguido

Alguns gestores estão apenas preocupados em exigir atitudes de seus funcionários, rapidez na realização das tarefas e melhora na produtividade, mas são incapazes de cumprir prazos e de manter uma postura profissional no ambiente de trabalho.

Muitos colaboradores precisam de estímulo e inspiração para se sentirem capazes de enfrentar desafios. Você, como líder, precisa ser o guia deles nesse momento, direcionando-os a seguir o caminho do sucesso.

Para isso, adote uma postura positiva, demonstre confiança e faça seus liderados se sentirem seguros ao seu lado. Seja um grande exemplo para eles de otimismo e profissionalismo.

Um bom gestor precisa desenvolver boas práticas para desenvolver a sua equipe, além de manter a inteligência emocional para lidar com todas as situações do dia a dia. Procure sempre dar feedbacks para os seus colaboradores, ajudando-os a encontrar a melhor solução.

Para evitar os erros na liderança corporativa, você precisa ouvir mais seus funcionários, confiar no trabalho deles, treiná-los quando necessário, assumir suas falhas e encontrar sempre boas razões para motivá-los.

Você gostou do nosso artigo sobre erros na liderança corporativa? Aproveite e continue visitando o nosso blog, leia agora mesmo o texto “Por que inserir a cultura do feedback construtivo na organização?” e entenda mais sobre o assunto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *