Dicas para desenvolver a concentração no trabalho

Tempo de leitura: 7 minutos

Você sente dificuldade para ter concentração no trabalho? Essa situação é bem mais comum do que se imagina. No entanto, apesar de ser algo incômodo, também é um fator que pode ser contornado.

A falta de concentração pode trazer uma série de prejuízos para o desempenho profissional, como diminuir a produtividade e a qualidade no trabalho entregue. Assim, é muito importante buscar meios de potencializar o foco.

Muitos são os fatores de distração. Conversa com colegas, mensagens no celular, notificações de redes sociais e problemas pessoais são alguns dos fatores externos que atrapalham a concentração.

A boa notícia é que existem truques para condicionar a mente a manter o foco, evitando essas distrações. São atitudes simples, na verdade, mas que podem trazer muitos benefícios.

Listamos a seguir 12 dicas que ajudam o profissional a se concentrar e, assim, melhorar o desempenho. Confira a seguir:

1. Alimente-se bem

Permanecer muitas horas sem se alimentar não é uma boa opção para conseguir se concentrar em alguma atividade. Prestar atenção demanda grande quantidade de energia.

2. Fracione a sua jornada

A mente humana consegue se prender a uma única atividade, no máximo, por uma hora. Depois desse tempo, o foco irremediavelmente se dissipa. Assim, vale tentar fazer pequenas pausas a cada hora. Após um breve descanso, o seu cérebro estará preparado para um novo período de trabalho.

Outra técnica que procura fracionar o tempo é a Pomodoro. Nela, a ideia é se dedicar à tarefa durante 25 minutos, fazer um intervalo de cinco, retornar à atividade e por aí vai. Claro, você pode adaptar o tempo de trabalho e das pausas de acordo com as suas preferências e possibilidades.

3. Arrume a bagunça

Armários, mesas e locais de trabalho desordenados são inadequados para a mente. O cérebro tende a se identificar com o ambiente. Assim, a desorganização externa inviabiliza a organização interna.

Um ambiente limpo e arrumado é bem mais agradável e confortável de se trabalhar. Essas condições favorecem a produtividade, a concentração e até a diminuição do estresse.

4. Cuide da ergonomia

Quando estamos trabalhando, tendemos a nos esquecer da nossa posição física. Dependendo das atividades, acabamos ficando muito curvados ou com a coluna torta, por exemplo.

Por isso, vale o lembrete de que a postura deve ser correta e agradável. Essa atitude evita distrações devido ao cansaço do corpo ou dores.

5. Durma bem

A falta de sono pode atrapalhar bastante a nossa concentração. Afinal, ela deixa a nossa cabeça cansada (mesmo que não percebamos), e isso dificulta o foco em qualquer que seja a atividade. Além disso, não dormir o tempo necessário pode trazer variados prejuízos à saúde, tanto física quanto emocional.

O descanso, por sua vez, contribui para a diminuição do estresse, o aumento de energia e, consequentemente, a melhora da concentração. Quem dorme pelo menos sete horas por noite, por exemplo, apresenta atividade intelectual e cognitiva significativamente superior no decorrer do dia.

Por todos esses motivos, vale a dica de cuidar do seu sono. Você pode tentar, por exemplo, tentar fazer ajustes em seus horários para conseguir um tempo maior para dormir. Além disso, procurar fazer pequenas pausas durante o dia para descansar e relaxar também é uma ótima estratégia.

6. Afirme em voz alta

Diga em voz alta aquilo que se propôs realizar. Essa afirmação será utilizada pelo cérebro por um bloco temporal e impedirá que outros pensamentos e emoções causem dispersão.

Você pode, ainda, fazer uso da tecnologia e gravar áudios sobre suas tarefas. Assim, elas já ficam registradas de alguma forma.

7. Registre escrevendo

Com o crescimento do mundo virtual, encontramos cada vez mais recursos e aplicativos de organização. São ferramentas como calendários, agendas e blocos de notas digitais, dentre várias outras, que podem ser muito úteis no nosso dia a dia. No entanto, a escrita à mão ainda tem grande valor.

Existe imenso benefício em escrever as ideias usando papel e caneta. Quem registra as informações à mão tem mais destreza para compreendê-las e memorizá-las.

8. Crie listas

As listas são um ótimo recurso para ter mais foco em seus afazeres. Com elas, é possível acompanhar e organizar melhor o que precisa ser feito, tendo assim maior controle sobre suas atividades.

Uma ideia é listar, por exemplo, as tarefas mensais, semanais e diárias ou separá-las em categorias, como os afazeres de casa, do trabalho e do lazer.

Outra dica é se dedicar a um item da lista de cada vez. Se você precisa, por exemplo, elaborar um relatório e se depara com alguns pontos que precisam de uma pesquisa mais aprofundada, anote os tópicos que devem ser procurados e finalize o restante da atividade antes de pesquisar.

Você pode fazer qualquer tipo de lista e organizá-la da maneira como preferir. O que vale é a funcionalidade e as contribuições que isso trará.

9. Defina prioridades

Quando definimos prioridades, fica mais fácil saber em qual atividade se deve colocar maior foco. Assim, você saberá que a sua concentração está voltada para o que é principal naquela hora e poderá evitar distrações ou excesso de preocupações.

Identifique quais tarefas são mais importantes no momento e tente dar mais atenção a elas do que às outras. Um bom jeito de definir prioridades é verificar o que é mais urgente. Se você tem um prazo menor para realizar uma atividade, por exemplo, dedique maior atenção a ela.

10. Divida as tarefas em etapas

A ideia é separar suas tarefas em partes, dividindo-as por passos ou etapas. Desse modo, você pode ir se concentrando em atividades menores até completar toda a atividade, em vez de se preocupar com ela toda de uma vez.

Isso causa certa sensação de alívio, pois permite ter uma percepção maior de como cada parte do trabalho pode ser resolvida, além de desfazer aquele susto com o tamanho da tarefa.

Na medida do possível, de acordo com o que o seu trabalho ou o tempo permitir, procure ir resolvendo uma etapa da atividade de cada vez. Isso também contribuirá para a sua concentração, além de tornar o trabalho mais tranquilo.

11. Evite redes sociais

Muitas vezes, as redes sociais funcionam como ladras de tempo na atividade de trabalho. A quantidade de informações, as notificações ou mesmo um e-mail recebido, por exemplo, chamam a atenção e dificultam a concentração em uma tarefa. Por isso, vale evitar essas ferramentas na hora de trabalhar.

12. Respire fundo

O ato de inspirar e expirar o ar dos pulmões ajuda a direcionar o foco, além de contribuir para acalmar. Faça essa prática ao longo da sua atividade e procure dar algumas pausas para relaxar e respirar fundo bem devagar.

Também existem outras técnicas para ajudar a relaxar e a aumentar o foco e a concentração. A prática de meditação é um exemplo que muitas pessoas apreciam. Por ser algo que ainda está conquistando espaço e reconhecimento, é possível ter a impressão de que se trata de algo de grande dificuldade.

No entanto, meditar pode ser feito de maneira bem simples, de modo que você separe apenas alguns minutos do seu dia para isso. Se a ideia despertou seu interesse, vale buscar mais informações por meio de pesquisa ou entrando em contato com professores.

Por fim, ressaltamos um lembrete: se o seu nível de estresse estiver muito alto ou se, por qualquer outra razão, você estiver com muita dificuldade para se concentrar, não hesite em procurar ajuda. Não há problema nenhum nisso. Aliás, pode ser extremamente benéfico para todas as pessoas.

Cuidar da nossa concentração no trabalho tem influências positivas sobre a produtividade e o rendimento. Além disso, esses cuidados contribuem para a diminuição do estresse e da sobrecarga, até porque um foco maior nas atividades ajuda a evitar que elas se acumulem demasiadamente.

Vale lembrar, também, que as atitudes que contribuem para a concentração no trabalho trazem benefícios no geral. Assim, sempre pode ser bom aderir a elas e adaptá-las ao seu dia a dia.

Esperamos que tenha gostado das nossas dicas! Para mais informações e novos conteúdos, não se esqueça de nos seguir em nossas redes sociais: estamos no Facebook, no LinkedIn, no YouTube e no Instagram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *