Como unir business intelligence e RH de forma estratégica?

Tempo de leitura: 6 minutos

Há muito tempo a área de Recursos Humanos (RH) deixou de ser um setor burocrático dentro das empresas. Antes, cabiam a esse departamento apenas funções intermediárias, desconectadas do objetivo final do negócio. Atualmente, essa situação mudou.

Isso porque, com a crescente concorrência, as organizações precisam cada vez mais apostar em mecanismos diferenciados para impulsionar a produtividade, conquistar clientes e fidelizar talentos. E, em todos os elementos desse tripé, as pessoas são o ponto-chave.

A produtividade de uma empresa depende do quão motivado e engajado está o pessoal. A conquista de clientes também, já que são os trabalhadores que atendem os consumidores e são responsáveis pelos produtos e serviços colocados no mercado. Já a fidelização de talentos é um gargalo em muitas empresas.

Por esses motivos, dá para imaginar a importância do papel do RH quando se fala em sucesso empresarial. E esse protagonismo não pode ser desmerecido: por isso, a organização deve apostar em mecanismos modernos de gestão de pessoas. Aí entra o business intelligence (BI): hoje, ele é um fator importante na gestão estratégica de colaboradores.

Se antes o departamento de RH cuidava apenas da admissão, do desligamento e do treinamento de funcionários, hoje, é necessário fazer mais. É preciso se conectar aos demais setores da empresa e participar ativamente da busca por resultados melhores.

E como fazer isso? Como unir business intelligence e RH de forma estratégica? Fique de olho neste post para saber mais sobre o assunto. Boa leitura!

BI: o que é isso?

Se traduzido ao pé da letra, business intelligence significa inteligência de negócios. A expressão surgiu na década de 1990, quando a expansão industrial não apenas era importante, mas necessária.

O empreendedor percebeu que não podia mais fazer negócios de forma amadora, com base em informações pouco precisas ou achismos. Era preciso inovar e procurar ferramentas para aprimorar os processos e melhorar os resultados.

A técnica de BI funciona da seguinte maneira: coletar, armazenar, analisar e aplicar os dados de forma lógica e não mais intuitiva. Atualmente, é preciso empreender de maneira séria e procurar meios de minimizar os riscos próprios da atividade empresarial enquanto se preocupa com as tomadas de decisão. A BI cumpre esse papel para ajudar a empresa.

Como a BI pode ajudar o RH a aprimorar seus processos?

O mecanismo da BI é importante para a gestão estratégica de pessoas e a consequente obtenção dos melhores resultados pela companhia. Confira como ela ajuda nesses processos!

Atração de talentos

Admitir pessoas, embora pareça uma tarefa simplória, não é. Isso porque, na verdade, as empresas não desejam mais contratar funcionários, mas sim, encontrar e atrair talentos. São eles que fazem a diferença na organização e ajudam a incrementar os resultados.

Essa atração não pode ser feita de forma amadora. Os processos seletivos atuais levam em conta uma série de fatores: perfil do candidato, necessidades da empresa, demandas sociais e, até mesmo, localização geográfica do interessado. Ou seja, ter um bom sistema tecnológico ajuda bastante na atração e na contratação dos profissionais mais adequados.

Capacitação de colaboradores

Outra tendência das organizações é promover a capacitação da equipe — e para isso elas podem contar cada vez mais com o auxílio da tecnologia. Além de ser mais dinâmico e proporcionar um maior leque de conhecimentos, essa prática torna a capacitação um processo bem mais barato.

Se antes as empresas tinham de desembolsar quantias altas com a contratação de palestrantes ou o deslocamento de colaboradores (às vezes até para outras cidades ou países), hoje é possível oferecer treinamentos e cursos de qualidade dentro da própria companhia.

Acompanhamento de desempenho

Ter um banco de dados com todas as informações dos colaboradores ajuda bastante na hora de evidenciar falhas, faltas, características e também no momento de promovê-los. Acompanhar o desempenho da equipe, além de ser uma técnica eficaz de gestão de pessoas, é uma atividade essencial para monitorar resultados e corrigir equívocos cometidos na organização.

Investimento em endomarketing

Engana-se quem pensa que a empresa deve se preocupar apenas em conquistar clientes. O principal público a ser encantado está dentro da própria companhia — e isso ocorre por vários motivos. 

Primeiramente, porque os colaboradores costumam ser os principais clientes do negócio, além de serem responsáveis pela propaganda boca a boca da companhia. São eles que transmitem impressões sobre o negócio para familiares, amigos e conhecidos.

Ninguém melhor do que eles, então, para conhecer os processos internos e dar aval para a qualidade. Por esse motivo, envolvê-los é essencial. E é para isso que serve o endomarketing.

Essa conquista demanda conhecer os integrantes da equipe, e ainda saber quais são seus interesses, suas preferências e suas necessidades. Ter um banco de dados com essas informações, além de estratégico, é imprescindível para encantar o público interno.

Gerenciamento eficiente de equipes

Outra forma de a BI auxiliar o RH na gestão de pessoas é por meio do gerenciamento eficiente de equipes. Afinal, as empresas não podem mais confiar em métodos imprecisos para administrar os recursos humanos. A tecnologia auxilia o RH nessa função, principalmente nas tomadas de decisão.

Isso acontece tanto por meio da redução de custos (inclusive com mão de obra) quanto pelo fato de proporcionar mais segurança e eficiência no armazenamento e na manipulação de dados. Por isso, a BI deve ser vista como aliada de processos internos do RH de qualquer organização.

Entendeu qual é a importância da BI para um negócio? Na era da tecnologia, não é mais aceitável que as organizações utilizem métodos arcaicos e pouco eficazes de gestão, seja de materiais, seja de pessoas. Afinal, os colaboradores são, hoje, o principal recurso das empresas: por serem a força motriz do negócio, sem eles não há como alcançar o sucesso.

E então, o que você está está esperando para começar a usar BI de forma estratégica no RH da sua companhia?

Gostou deste conteúdo sobre business intelligence e RH? Se ele foi útil para você, siga a gente nas redes sociais e fique por dentro de todas as nossas próximas publicações! Estamos no Facebook, no Instagram, no LinkedIn e no YouTube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *