Como desenvolver o pipeline de liderança na sua empresa?

Tempo de leitura: 7 minutos

O termo “pipeline de liderança” pode ser algo novo para você. No entanto, muitas empresas vêm se aprimorando e integrando essa prática nas suas estratégias de busca por bons líderes e gestores. Nesse sentido, se a empresa deseja um profissional com habilidade para atuar em diferentes frentes, ela procura um com um bom pipeline em liderança.

Se você ainda não entende muito bem do que estamos falando, fique tranquilo. Neste conteúdo, você descobrirá o que precisa para entender como o mercado vem mudando as formas de liderar e como o conceito de pipeline de liderança se encaixa nisso.

Além disso, você poderá conferir a importância de investir nessa prática, a contribuição que ela pode gerar para avaliar competências e como a desenvolver na sua empresa. Por fim, relacionamos as principais vantagens do pipeline de liderança. Confira!

O mercado de trabalho e as mudanças na forma de liderar

Não é novidade que o mercado vem mudando muito. Essas mudanças são produto de uma série de fatores que passou por uma explosão de evolução, tal como a globalização, o avanço tecnológico e outros acontecimentos que afetaram o mercado de trabalho.

Com isso, mudaram também as necessidades das empresas em termos de modelo de liderança eficiente. Há pouco tempo, as empresas demandavam um chefe, que sabia dar ordens, exigir resultados de forma autoritária e era capaz de intimidar suas equipes.

O cenário mudou e trouxe consigo a exigência de uma nova atuação. Hoje, as empresas necessitam de líderes, ou seja, profissionais com um conjunto de habilidades e atitudes capazes de inspirar grupos de trabalho. Pessoas reais que, com competências importantes, colocam a mão na massa, motivam e ensinam pelo exemplo.

No entanto, nem todo mundo conseguiu acompanhar essas mudanças. É por essa razão que surgiu o pipeline de liderança, como você entenderá logo em seguida.

O conceito de pipeline de liderança

O pipeline de liderança é um modelo criado para desenvolver líderes a partir de um perfil profissional individual. Dessa forma, a ferramenta subsidia uma avaliação completa do potencial de cada um, com o auxílio de outros mecanismos, para focar em seus pontos fortes e planejar seu caminho rumo à liderança.

Dessa forma, o conceito segue uma metáfora clara — uma tubulação que se desdobra em várias outras —, expressando o caminho que um profissional precisa seguir para alcançar sua melhor versão como líder.

O pipeline de liderança reconhece algumas transições importantes pelas quais o profissional precisa passar para atingir sua formação de liderança. Logo, para que eles obtenham sucesso, precisam passar pelas etapas de:

  1. gerenciar a si mesmo;
  2. gerenciar outros;
  3. gerenciar gestores;
  4. gerente funcional;
  5. gerente de negócios;
  6. gerente de grupo;
  7. gestor corporativo.

A importância de investir nessa prática

O pipeline de liderança tem um papel muito importante no que tange à detecção de talentos, ao desenvolvimento de suas competências e ao fomento de sua liderança em todos os níveis organizacionais. Esse processo é essencial para garantir a motivação e realização das pessoas que compõem uma empresa, afinal, bons líderes inspiram suas equipes a darem o melhor de si.

No entanto, não é só isso. Uma liderança exige diversas mudanças na forma como um profissional atua. Por isso, esse método de preparação profissional para a construção do seu próprio estilo de liderança é essencial.

A contribuição do pipeline para avaliar competências

Como citado, o pipeline tem, como uma de suas funções, a avaliação de competências e do potencial de um profissional. É a partir desse diagnóstico inicial que serão definidas as áreas de foco das suas principais características. Só então será possível planejar sua trajetória pelas etapas de formação de liderança.

A contribuição desse método é validada pela flexibilidade de sua aplicação. O pipeline de liderança permite que uma pessoa aproveite o melhor de suas características e, ainda, as potencialize. Tudo isso demonstra a preocupação da empresa em fazer bom uso dos talentos que seus profissionais já apresentam e dos que podem desenvolver.

Esse não é um treinamento isolado e que precisa fazer parte de uma estratégia de desenvolvimento. Por isso, é importante entender como levá-lo para dentro da sua empresa.

O desenvolvimento do pipeline de liderança em uma empresa

Implantar o pipeline de liderança na sua empresa exigirá uma série de adaptações importantes que vão desde a forma como ela encara os seus talentos até as métricas efetivas que eles geram. Confira alguns passos.

Foco no desenvolvimento

O pipeline de liderança é pautado no desenvolvimento de líderes. Portanto, a empresa não pode tirar os olhos dele. O que isso significa? Trata-se de que é preciso direcionar constantemente a atenção para a elaboração de uma boa estratégia de desenvolvimento. Com isso, a empresa precisará investir tempo e dinheiro na preparação das sucessões de liderança.

Visão de longo prazo

Outro aspecto importante é pensar que a gestão intermediária de hoje será a posição de topo de amanhã. Nesse caso, é preciso pensar nos trabalhos essenciais para a saúde da organização e desenvolver o pipeline de liderança para toda a cadeia sucessória, não apenas para quem está em um cargo de líder.

Isso garante que a empresa sempre tenha talentos apropriados para assumir os cargos certos quando necessário.

Transparência no sistema de sucessão

Como a forma de liderar mudou, o segredo acerca do planejamento sucessório já não funciona mais. Hoje, com as avaliações de desempenho, é importante que os colaboradores saibam como estão se saindo e em que aspectos precisam melhorar. Além de gerar clareza, a transparência pode tornar-se motivadora para quem busca uma promoção.

Análise regular

O pipeline de liderança trabalha com o desenvolvimento das habilidades certas. Portanto, é importante monitorar como as pessoas estão se preparando para assumir seu próximo nível. Dessa forma, é possível garantir que os profissionais com alto potencial tenham boas opções de ascensão.

Acompanhamento de métricas

As métricas ajudam a identificar eventuais lacunas no plano de sucessão. É indicado conhecer e acompanhar constantemente o número e a qualidade dos talentos em condições de assumir cargos de liderança pelos próximos anos. Assim, a empresa se assegura de que os seus colaboradores estão nos lugares certos, com a preparação adequada.

As vantagens de investir nessa prática

Como combinado, elencamos para você as principais vantagens de investir na prática do pipeline de liderança. É possível que você já tenha identificado algumas delas ao longo do texto, mas vamos reforçá-las. Portanto, as principais vantagens são:

  • a melhora na performance individual e coletiva das equipes;
  • a transparência no desenvolvimento dos planos de sucessão;
  • a clareza e a motivação para que os colaboradores busquem alcançar seus objetivos;
  • a redução do absenteísmo e da taxa de turnover;
  • a eficácia na seleção sucessória para cargos de liderança;
  • o planejamento, em longo prazo, da manutenção de talentos.

Portanto, investir nessa prática é um grande diferencial competitivo, além de uma forma de cultivar talentos e assegurar que a empresa terá os profissionais certos ocupando seus cargos de liderança ao longo dos anos.

Você já conhecia o pipeline de liderança? Se você quer melhorar ainda mais a forma de gerenciar seus profissionais, confira o nosso post com 4 maneiras de como a tecnologia impacta na gestão de talentos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *